Vereador atropela grupo de motociclistas com caminhonete e mata três em PE

Um grave acidente deixou três mortos e cinco feridos neste domingo (23) na PE-96, em Água Preta, Mata Sul de Pernambuco. De acordo com o G1, uma caminhonete, dirigida pelo vereador Pedro Marconi de Souza Barros (PTC), 61 anos, do município de Brejo da Madre de Deus (PE), colidiu em um grupo de cerca de 30 motociclistas. Integrantes do plantão policial da Delegacia de Polícia Civil de Palmares, na mesma região, foram até o local, assim como peritos do Instituto de Criminalística.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o motorista da caminhonete atingiu o grupo frontalmente na rodovia. Segundo a Polícia Militar (PM), o condutor foi levado à Delegacia de Palmares. O motorista foi autuado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) e lesão corporal culposa. Ele foi foi liberado em audiência de custódia realizada no final da tarde desta segunda-feira (24).

O parlamentar dirigia uma caminhonete Hilux SW4, de cor branca, no sentido norte da rodovia, quando bateu frontalmente com os motociclistas, segundo a polícia. A delegada de plantão, Juliana Bernat, informou ainda que duas das vítimas eram de Paulista e duas de Maceió (AL).

Em um vídeo divulgado nas rede sociais é possível ver várias motos no acostamento da PE-96 e também carros parados, já que o trânsito foi interrompido no local por causa do acidente.

A Justiça determinou que o investigado ficará em liberdade provisória e até o julgamento do caso ele deverá se apresentar mensalmente à comarca de Brejo da Madre de Deus, onde mantém residência fixa. Ele também não poderá se ausentar do município sem autorização da Justiça pelo período de mais de sete dias. A Justiça ainda suspendeu a carteira de habilitação do investigado.

Um casal de Maceió e um homem de Recife participantes do grupo morreram no local do acidente. As vítimas foram identificadas pelos nomes de Eric Rodrigo Matias Soares, 35, a namorada dele, Monaliza Ferreira, 23 anos, moradores de Maceió, e o colega Wedson Santos, 27 anos, morador do Recife..

Cinco pessoas tiveram lesões graves e foram socorridas pelo Corpo de Bombeiros e pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) para o Hospital de Barreiros (PE). Após a estabilização no hospital de Barreiros, um homem, que está em estado grave, foi transferido para o hospital Getúlio Vargas, no Recife. Os demais pacientes estão em estado de saúde estável.

A Polícia Civil informou que investigações iniciais apontaram que o condutor da caminhonete vinha em alta velocidade e “seguiu na via contrária, atingindo o grupo.” O velocímetro da caminhonete travou na velocidade de 110km/h. A velocidade máxima estabelecida na PE-96 é 60km/h, segundo o DER (Departamento de Estradas e Rodagens).

Caso o vereador seja condenado, as penas para os crimes que ele é suspeito de ter cometido pode chegar até seis anos de prisão.

Pedro Marconi de Souza Barros foi submetido ao teste de etilômetro e, segundo o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, o resultado mostrou que ele não consumiu álcool antes de dirigir a caminhonete. Ele também foi submetido a exames toxicológicos realizado por peritos do Instituto Médico Legal de Pernambuco, mas o resultado não foi divulgado.

A defesa do vereador ainda não se pronunciou. O presidente estadual do PTC, Fábio Bernardino, disse o partido aguarda a decisão da Justiça sobre o caso para se pronunciar.

A Câmara de Vereadores de Brejo da Madre de Deus informou, por meio de nota, que não vai se comentar sobre o assunto no momento. “O Poder Legislativo de Brejo {da Madre de Deus] se solidariza com os familiares das pessoas envolvidas nesse trágico acidente, ao mesmo tempo que temos prestado ao vereador Pedro Marconi o apoio necessário”, informou.

Fonte: Correio