Centro de Controle de Doenças foi pressionado a mudar orientações de teste em assintomáticos, diz NYT

Segundo publicação do jornal americano The New York Times, o Centro de Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês) foi pressionado a mudar as orientações sobre o teste de pessoas assintomáticas que foram expostas ao novo coronavírus.

As novas diretrizes, publicadas na segunda-feira (24), excluiriam pessoas que não apresentam sintomas de covid-19 – mesmo que tenham sido expostas recentemente ao vírus, ao teste da doença, de acordo com dois funcionários federais da saúde.

De acordo com o jornal, o presidente Donald Trump sugeriu que o país deveria fazer menos testes, argumentando que fazer mais testes estava aumentando o número de casos de coronavírus, fazendo com que os Estados Unidos ficassem mal. Especialistas consideram as revisões alarmantes e perigosas, e defendem que o país precisa de mais testes, não menos.

Na Flórida, houve 3.220 novos casos de covid-19 e 153 mortes, de acordo com o Departamento de Saúde. Com a atualização, a Flórida registrou um total de 608.722 casos confirmados de covid-19 e 10 972 mortes em todo o Estado desde o início da pandemia.

Segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins, os Estados Unidos já registraram o total de 5.812.700 contaminações e 179.344 óbitos, sendo o país que mais registrou casos de covid-19 em números absolutos.

Na França, foi registrada nova alta pós-bloqueio no país. Segundo o Ministério da Saúde francês, foram registradas 5.429 novas infecções por coronavírus nas últimas 24 horas. O número total de pessoas infectadas agora é de 253.587 e 10.506 mortes, segundo o Ministério da Saúde.

Globalmente
De acordo com a Universidade Johns Hopkins, os casos de covid-19 em todo o mundo ultrapassaram a marca de 24 milhões. Já as mortes são mais de 821.909. Ainda de acordo com a universidade, países que registram maior número de infecções por covid-19 em números absolutos, após os EUA, são o Brasil (3.669.995), Índia (3.234.474), Rússia (968.297) e África do Sul (615.701).

Fonte: Correio