Parque Social abre inscrições para Jovem Aprendiz Empreendedor

Na próxima terça-feira (1º), às 9h, estarão abertas as inscrições para o Projeto Jovem Aprendiz Empreendedor. A iniciativa é fruto da parceria entre a Prefeitura Municipal do Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho, Esportes e Lazer  (Semtel), e o Parque Social,  entidade formadora reconhecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, responsável por proporcionar, desde 2014, a cerca de 1.200 adolescentes e jovens a oportunidade do primeiro emprego.

Serão selecionados e contratados 300 jovens aprendizes, com idades entre 14 e 22 anos e seis meses, que participarão de capacitação teórica, a princípio virtual e posteriormente presencial, além de capacitação prática, nos diversos órgãos da administração direta e indireta da Prefeitura, na função de assistente administrativo.

Fiscalizado pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Bahia, o Projeto Jovem Aprendiz Empreendedor proporciona aos jovens inserção no mercado de trabalho, respeitando sua condição de pessoa em desenvolvimento, formando mão de obra qualificada e ciente dos seus direitos e deveres.

As inscrições devem ser feitas no site do  Projeto  Jovem Aprendiz Empreendedor, através do link

O processo seletivo será realizado em quatro etapas, todas de caráter eliminatório e executadas de forma on-line. São elas: 1º Inscrição; 2° Análise de Documentos; 3°  Avaliação Cognitiva: Elaboração de texto em plataforma digital; e 4º Entrevista Individual por videoconferência;

No preenchimento do Formulário de Inscrição, o candidato deve anexar os documentos solicitados  e após aprovação destes, serão convocados para a Avaliação Cognitiva que o classificará, ou não, para a Entrevista Individual, realizada por psicólogos.

De acordo com a presidente de honra do Parque Social, Rosário Magalhães, o Projeto Jovem Aprendiz Empreendedor se constitui em mais uma alternativa no enfrentamento do desemprego, principalmente neste cenário onde a pandemia causada pelo coronavírus afeta a economia do país, especialmente as pessoas de comunidades socialmente vulneráveis, contribuindo assim com a renda familiar desses jovens.

“A amplitude deste projeto é muito maior do que podemos imaginar em termos de conquistas para os jovens e em relação aos impactos positivos para a sociedade, se considerarmos questões importantes como a empregabilidade,  o aumento da renda familiar, a redução dos indicadores de violência, diminuição da evasão escolar,  formação de mão de obra qualificada, formação de redes de relacionamento, dentre tantos outros aspectos”, explica Rosário.

Durante os 17 meses e 10 dias de vigência, período em que são contratados, os aprendizes recebem 1.280 horas de capacitação, com acompanhamento psicossocial, remuneração de meio salário mínimo, férias e demais direitos trabalhistas.

Pré-requisitos para participar do Projeto:

1- Morar em Salvador;
2 – Ter idade entre 14 e 22 anos e seis meses;
3- Ser aluno de escola da Rede Pública de Ensino;
4 – Estar cursando a partir do 9º ano (fundamental), ou estar no ensino médio ou concluído;
5 –  Não ter  dependência em nenhuma disciplina;
6 – Ter Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), sem registro de contratação;
7 –  Ter renda familiar comprovada de até meio salário mínimo, por pessoa;
8 – Ter disponibilidade para frequentar as atividades do Projeto no contraturno ao que estiver matriculado em escola pública regular, se ainda estudante;
 

Documentos que devem ser anexados no momento da inscrição:

1.    Documento oficial com foto, RG e CPF do candidato (carteira de identidade ou carteira de motorista);
2.    Documento oficial com foto, RG e CPF do responsável (carteira de identidade ou carteira de motorista) para os candidatos que possuem menos de 18 anos de idade;
3.    Comprovante de Residência (atual);
4.    Atestado de Matrícula Escolar do ano vigente ou histórico escolar para o candidato que já tenha concluído o Ensino Médio;
5.    Título de Eleitor ou comprovante de quitação eleitoral (para candidatos a partir de 18 anos);
6.    Carteira de Reservista (para candidatos com idade a partir de 18 anos);
7.    Termo de Autorização do Responsável Legal (para menores de 18 anos). O documento deve ser impresso e assinado pelo responsável;
8.    Comprovante de renda por pessoa do grupo familiar (carteira de trabalho, contracheque ou declaração de autônomo) – solicitado posteriormente para os candidatos classificados; 
9.    Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), sem registro de contratação.

Fonte: Correio