Ambulante humilhado por PM diz estar com medo de retaliação; veja vídeo

O ambulante João Vitor, 20 anos, humilhado por um sargento da Polícia Militar do Ceará, enquanto estava tentando vender frutas e verduras no bairro Presidente Kennedy, disse ao O Povo que está com medo de sofrer retaliação após o episódio. O morador da comunidade Floresta teve seu carrinho jogado no chão.

“Eu passei por uma coisa que eu nunca mais quero passar, por causa desse cara. Eu não tenho nada contra ele. Ele é um policial e eu sou só um trabalhador mesmo”, disse o rapaz, agradecendo o apoio que recebeu após o incidente.

Nas imagens, que viralizaram nas redes sociais, o jovem ainda tentou juntar as frutas e verduras do chão, mas o policial virou o carrinho por inteiro. “Tive um prejuízo grande”, relata João Vitor. Ele criou um perfil no Instagram para compartilhar sobre o ocorrido. 

Dois policiais foram afastados após repercussão do caso. Conforme nota da Polícia Militar do Ceará, os fatos do vídeo estão sendo apurados. “A Polícia Militar repudia veemente esse tipo de conduta, pois a mesma não condiz com os valores da Corporação, nem com a postura de seus integrantes”.

Doações
A família do ambulante João Vitor está aceitando qualquer tipo de doação, inclusive dinheiro para ajudar no pagamento do aluguel de R$ 350. Para realizar as doações, entrar em contato com o número (85) 9.92368588.

Fonte: Correio