Brasil ultrapassa oficialmente marca de 120 mil vidas perdidas pelo coronavírus

O Brasil ultrapassou neste sábado (29) a marca de 120 mil vidas perdidas pela pandemia de coronavírus. Conforme atualização do Ministério da Saúde divulgada no início da noite, o país soma 120.262 mortos e 3.846.153 diagnósticos confirmados da doença. A letalidade é de 3,1%.

Nas últimas 24 horas, foram registrados 758 óbitos e 41.350 infecções, segundo a pasta. O Ministério garante que 3.006.812 pessoas foram recuperadas da Covid-19, e que há 719.079 pacientes em acompanhamento por profissionais de saúde.

Caso a tendência de crescimento continue, o Brasil deve chegar a 4 milhões de casos confirmados na próxima semana. 

O Estado mais afetado continua sendo São Paulo, que soma 801.422 infecções e 29.944 mortes neste sábado.

Minas Gerais avançou nesta semana uma posição no ranking do governo federal, e é a quinta unidade da federação mais atingida pela pandemia. No Estado, há 212.565 pessoas com diagnóstico positivo e 5.270 óbitos. 

A doença avança no Brasil em estado de “platô”, com números que ora flutuam com tendência de alta, ora com tendência de baixa.

Conforme boletim detalhado divulgado pelo Ministério da Saúde na última quarta-feira (26), a média diária de mortes registradas avançou entre as semanas epidemiológicas (SE) 33 e 34 no Brasil, após um mês de quedas consecutivas.

Por outro lado, o número médio de infecções diárias registradas pela pasta caiu. 

Média diária de óbitos registrados 

  • SE 34: 1.003
  • SE 33: 965 
  • SE 32: 988

Média diária de casos registrados 

  • SE 34: 37.895 
  • SE 33: 43.526 
  • SE 32: 43.505

O mundo está prestes a alcançar a marca de 25 milhões de casos de coronavírus. De acordo com o balanço contínuo da universidade estadunidense Johns Hopkins, há 24,8 milhões de pessoas com diagnóstico positivo para Covid-19 no globo e mais de 839,2 mil mortos. 

Os Estados Unidos são o país com mais casos e óbitos, registrando, respectivamente, 5,9 milhões e 182,6 mil. O Brasil continua em segundo lugar no ranking da instituição

Fonte: Agencia Brasil