Quatro mulheres chefs de cozinha se unem em operação de vendas compartilhada

Em junho passado, no auge da pandemia, quando mais do que nunca a solidariedade se fazia necessária, a empresária do segmento de eventos, Waleska Marinho convocou seus pares para reforçar o trabalho social que vinha fazendo há cerca de seis anos. Uma vez por mês, a gastrônoma fecha a cozinha do bufê que leva seu nome para preparar cerca de 500 quentinhas que são distribuídas com moradores de rua da capital baiana. 

Diante da crise, era hora de buscar mais parceiros para fortalecer a corrente de solidariedade para ampliar o número de pessoas atendidas. Waleska criou um grupo numa rede social com chefs, cozinheiros, fornecedores etc. e partiu pra ação. A parceria deu tão certo que logo tiveram a ideia de unirem as forças para também se ajudarem entre si. 

Raviolli de açafrão com mussarela de búfala e manjericão do restaurante La Mássima 

A ideia era que um restaurante comprasse a comida do outro para que todos pudessem garantir uma receita fixa. E assim aconteceu no primeiro momento até que cada um foi cuidando do seu negócio e seguindo sua vida. Mas quatro destas integrantes, que se conheceram no grupo, resolveram seguir juntas e partiram para uma operação conjunta. Criaram o 4 Cozinhas, um projeto que reúne quatro marcas (Waleska Marinho Gastronomia, La Mássima, Di Janela e Bolos das Meninas) e muitas ofertas de pratos, numa só entrega.

Bolo com cobertura de doce de leite do Bolos das Meninas

Trocando em miúdos, cada uma delas cria seu menu semanal com três opções de pratos e montam um cardápio único com as 12 criações para que o cliente monte seu próprio combo e receba em casa a comida dos quatro restaurantes. A vantagem, segundo Nara Amaral, do Di Janela, é que a divulgação é quadruplicada, já que cada uma usa suas próprias redes para divulgar as quatro marcas. “O bom disso é que a clientela de uma passa a conhecer a da outra e todas nós aumentamos nossa carteira de clientes e, consequentemente, as vendas”, explica.

Para oxigenar a ação, toda semana, o quarteto monta uma estratégia diferente para atrair a clientela. “Fazemos desde sorteios de serviços de beleza, diárias em hotéis etc, como trazemos sempre uma cozinha convidada. Já tivemos o Bella Bistrô, o Larriquerri, e na próxima semana será a vez do chef Fabrício Lemos participar do nosso projeto oferecendo um prato do Ori”, explica Rosana Lins, do La Massima. 

Brandada de bacalhau com Polvo do Di Janela

O objetivo do quarteto, que viu seus negócios crescerem em torno de 60% com a iniciativa, é que todo mundo ganhe nesses tempos difíceis. “Nosso objetivo é trabalhar uma única operação gerando mais receita para todos”, diz Dani Veloso, do Bolos das Meninas, que acabou de introduzir no projeto mais uma marca, a Empanadelas, especializada em empanadas doces e salgadas. 

Para facilitar esta ação conjunta, já que cada restaurante continua funcionando normalmente com sua própria operação, as quatro empresas montam seus cardápios e divulgam nas redes sociais no domingo. Na quarta-feira, elas preparam os pratos, de acordo com o número de pedidos recebidos e, na quinta-feira, se juntam para montar os kits, ou melhor, os combos, para serem entregues na sexta-feira.

Salada de tomate verde crocante de carne seca e creme de vinagre rosé de Waleska Marinho Gastronomia

A cada semana, uma das quatro assume o controle logístico do negócio. Recebe os pedidos, gerencia a montagem dos combos e cuida da operação de entrega. “Assim, nenhuma se sente sobrecarregada”, explica Rosana. “A comida, embora siga para a casa do cliente congelada, não tem alteração no sabor e pode ser retirada do freezer  a media em que for consumida”, explica Waleska que adaptou alguns dos pratos que servia no seu bufê para o delivery, e ainda aproveitou a especialização em nutrição que fez em Petrópolis, no Rio de Janeiro, para criar um cardápio low carb que tem sido um enorme sucesso no projeto. “A ideia é vender a diversidade de sabores e temperos. Cada uma de nós tem suas próprias características de cozinha e o cliente pode variar o cardápio toda semana”, explica.

Montagem dos kits do 4 Cozinhas para entrega via delivery

Para entender como funciona o projeto, experimentamos um dos combos na semana passada. Do Di Janela, pedimos o pirão de peixe – que na verdade é um pirão feito com caldo de legumes e camarões grandes – que é de comer rezando. Embora tenham vindo congelados, assim como os pratos dos demais restaurantes que integram o projeto, todos mantém mesmo o sabor e a qualidade. 

O nosso combo era composto de um espetacular bacalhau de natas, de Waleska Marinho; um capelli de carneiro com alecrim e molho champanhe, do La Massima, que depois de aquecido fez a alegria do jantar, e ainda três empanadas da Empanadelas (nos sabores carne de sol com queijo coalho e banana da terra, três queijos e goiabada com queijo). 

Nara Amaral, Dani Veloso, Waleska Marinho e Rosana Lins do 4 Cozinhas

Além de muito saborosos, vale ressaltar a boa relação custo-benefício que foi das melhores. As quatro refeições custaram cerca de R$ 124,00 e ainda economizamos na taxa de entrega que, para os bairros da Barra até a Pituba, é gratuita. 

Se para a clientela, que só tem crescido a cada semana, a ideia tem sido bem recebida, para o quarteto, o resultado tem superado as expectativas. “Num momento difícil como este, em que acumulamos prejuízos, estamos cada vez mais certas que aquele velho clichê “a união faz a força”, nunca foi tão verdadeiro”, ressalta Waleska Marinho. 

Pedidos: 
La Massima – Tel. 71 3019 7900/71 98107 5120 – @lamassima
Waleska Marinho – Tel. 71 99250 3071 @waleskamarinho
Di Janela – Tel. 71 99296 8700/ 99237 7717 @dijanela_gastronomia
Empanadelas – Tel. 71 3016 3006/ 99640 6491 @empanadelas
Bolos das Meninas – Tel. 71  3014 5701/ 99910  5701 @bolosdasmeninas

Fonte: Correio