Homem é preso por envenenar cachorros e por injúria racial contra um dos donos

Um homem de 32 anos foi preso nesse domingo (30) por ter envenenado os cachorros da vizinhança onde mora, na Rua Aparecida Secco Thomé, no bairro Vida Nova, em Campo Grande-MS, por eles estarem fazendo “muito barulho”.

Além disso, ele ainda resistiu à prisão e responderá por desobediência e pode ter cometido o crime de injúria racial contra um dos proprietários dos cães, já que pode ter chamando-o de “preto” de forma pejorativa. As informações são do portal “Campo Grande News”.

Ao depor na delegacia, o homem contou que ingeria bebida alcoólica em casa quando se incomodou com os latidos dos animais. Por causa disso, fez uma mistura contendo veneno de rato e outra substância, misturou num pedaço de carne e deixou no portão da residência.

O suspeito afirmou ainda que chamou um dos cachorros, mas ele não atendeu, cabendo a outro ingerir o alimento envenenado, sendo encontrado agonizando na calçada.

O dono de outro cachorro que também foi morto pelo veneno questionou o suspeito, que teria respondido de forma afrontosa que “além de dono de animal, é preto?”, e por isso pode responder pelo crime de injúria racial. Perante a polícia, no entanto, ele teria dito que chamou o cachorro de “preto” e não o proprietário.

Caso condenado pelos três crimes, o homem paga uma multa estipulada pelo juiz, além de ficar preso por até três anos e meio, em caso de pena máxima para todos os delitos.

Fonte: Agencia Brasil