Projeto oferece orientação gratuita para prática de exercícios

A pandemia do coronavírus fez os exercícios em casa se tornarem queridinhos. Desta forma, vários baianos conseguiram manter a rotina saudável e, ao mesmo tempo, não causaram o comprometimento do isolamento social. Porém, nessa modalidade, nem sempre a prática correta é utilizada. Pensando nisso, foi criado o projeto Vida Ativa, que oferece atendimento gratuito com orientações individualizadas.

A iniciativa, do curso de Educação Física da Unijorge, traz vídeos e áudios explicativos, além de ligações telefônicas, a depender do caso, para ajudar as pessoas a se exercitarem da forma certa. Os atendimentos são agendados e podem ser feitos pelo WhatsApp (71) 99351-6319. Eles irão acontecer às terças e quintas-feiras, das 11h às 12h.

A ação tem como público-alvo pessoas acima de 40 anos. “Estatisticamente, elas são mais acometidas por doenças cardiometabólicas, como obesidade, diabetes e hipertensão arterial, além de doenças músculo-esqueléticas, que afetam articulações, músculos, tendões e ligamentos”, disse o coordenador do curso de Educação Física da Unijorge, Iuri Nascimento.

Os atendimentos têm duração, em média, de 20 minutos, e serão realizados pelo mestre em Nutrição e especialista em Fisiologia do Exercício, Alexandre Veloso, professor das disciplinas Anatomia Humana e Programas Personalizados de Condicionamento Físico.

Segundo Iuri, a ideia veio a partir da demanda que deixou de ser atendida pelo projeto Viver Bem, que existe desde 2015 e cuidava de idosos, presencialmente, no Instituto de Saúde da Unijorge. 

Fonte: Correio