Bellintani nega falta de ambição e valoriza campanha do Bahia

O momento turbulento que o Bahia atravessa teve o seu ápice na noite desta quarta-feira (2). Após a derrota por 5×3 para o Flamengo, no estádio de Pituaçu, o técnico Roger Machado foi desligado do comando técnico.

O anúncio foi feito durante entrevista concedida pelo presidente Guilherme Bellintani logo após o jogo. Além da saída de Roger, Bellintani falou sobre o cenário de pressão que o Bahia vive e afirmou que, o time conseguiu bons resultados em outros momentos no Campeonato Brasileiro.

“O jogo de hoje foi muito ruim, principalmente primeiro tempo. Não foi derrota normal foi derrota muito ruim. Nos outros jogos, a gente flutuou em bons e maus momentos, mas vi torcedores reclamando que empatou com São Paulo porque faltou ambição. Talvez ambição seja botão que aperta e resolve. Não é assim que funciona. A gente quase ganha do São Paulo lá, empatou com Palmeiras no último minutou”, analisou o presidente.

“Não fomos ruins contra Palmeiras, São Paulo. Não acredito nisso. Foram jogos muito competitivos contra dois times muito poderosos do cenário nacional. Acho que qualquer time do Brasil hoje está disputando para ver quem é mais competitivo. Mas as torcidas, não só a nossa, querem ver espetáculo o tem os jogadores ficaram parados três meses. E depois mais um ou 49 dias sem disputar jogo oficial. Isso nunca aconteceu na carreira de nenhum atleta. Não tem show hoje em nenhum lugar. Não tem partidas que sejam brilhantes tecnicamente”, continuou o gestor.

Com a derrota para o Flamengo, o Bahia chegou a quatro jogos sem vencer no Campeonato Brasileiro. Com oito pontos, o time está na 12ª colocação da Série A.

Com a saída de Roger, o auxiliar fixo do clube, Cláudio Prates, assume o comando do time até a chegada de um novo treinador. O próximo compromisso do Bahia será no domingo (6), quando visita o Internacional, no Beira Rio, em Porto Alegre, às 16h.

Fonte: Correio