Governo publica editais para leilão de dois terminais no Porto de Aratu

Dois terminais portuários em Aratu, na Bahia, serão concedidos à iniciativa privada. Nesta quinta-feira (3), o Ministério de Infraestrutura publicou os editais para arrendamento dos terminais ATU12 e ATU18. Os leilões estão marcados para 18 de dezembro na B3, em São Paulo. No total, são previstos R$ 364 milhões de investimentos para os dois terminais.

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, considerou este um passo importante no projeto do governo Bolsonaro de entregar empreendimentos de vulto à iniciativa privada.  “Essa parceria vai representar uma grande vitória, é o nosso compromisso com o Brasil”, diz.

O arrendamento do terminal ATU12, localizado em Aratu, será destinado à movimentação de graneis minerais e terá contrato de 25 anos de duração. Já o ATU 18, também em Aratu, será dedicado ao transporte de graneis vegetais e terá contrato de 15 anos.

A estimativa é que sejam investidos R$ 244,95 milhões no terminal ATU 12, com obras de melhorias e aquisição de equipamento. Já para o terminal ATU 18, a previsão é de investimentos da ordem de R$ 119,94 milhões. Entre os investimentos está a construção de novos silos de armazenagem; dragagem de aprofundamento do berço de atracação; e aquisição de sistema e equipamento. 

Entre 2012 e 2017 os granéis sólidos experimentaram um acréscimo anual médio de 8,7% no complexo portuário de Salvador e Aratu-Candeias, impulsionado principalmente pelos maiores volumes de fertilizantes e concentrado de cobre. De acordo com o Plano Mestre do complexo, espera-se que a movimentação dessas cargas atinja 4,1 milhões de toneladas até 2060, com crescimento anual médio de 1,3%.

Fonte: Correio