Com técnico interino, Bahia visita o Internacional no Beira Rio

Quando entrar em campo diante do Internacional, neste domingo, os jogadores do Bahia vão viver uma situação diferente. Pela primeira vez em um ano e quatro meses eles não vão ver o técnico Roger Machado na beira do campo.

A partir das 16h, o tricolor encara o colorado no estádio do Beira-Rio, em Porto Alegre, no primeiro jogo após a demissão de Roger Machado. No Rio Grande do Sul, a missão de comandar a equipe será do auxiliar fixo do clube, Cláudio Prates. E o interino sabe que a missão não é das mais fáceis.

A primeira pedra que Cláudio Prates vai ter que tirar do caminho é a do desempenho ruim que o time vem apresentando nos últimos jogos. O Esquadrão, aliás, não vence há quatro partidas. Por isso, o interino afirma que o foco está na mudança de postura.

“Logicamente a gente sabe que qualquer saída de treinador, principalmente um cara muito querido por todos, afeta um pouco emocionalmente. Não só os jogadores, mas a parte de estafe, que gostava muito de trabalhar e ter convívio direto com Roger. É uma função minha dentro do clube, há anos exerço isso, e tenho que estimulá-los a ter confiança e alegria de jogar de novo. Já passou, são circunstâncias do jogo, do futebol, da cultura. Estou, mais uma vez, muito feliz e honrado de ajudar nesse processo. O grupo, acima de tudo, voltará a ter o que sempre teve, alegria e disposição e, principalmente, vontade de vencer”, afirmou Claudinho.

A segunda pedra no caminho tricolor é justamente o Internacional. O rival deste domingo é nada menos que o líder do Campeonato Brasileiro. A equipe de Eduardo Coudet venceu cinco dos sete jogos que fez no torneio e está invicta em casa pela Série A.

“Dentro da análise desse líder, que está fazendo boa campanha, tem coisas interessantes de modelo de jogo, vamos tentar incrementar algo que principalmente deixe a gente bem fortalecido no quesito de competitividade. Precisamos ser muito competitivos em Porto Alegre para voltar com bom resultado”, analisou  Claudinho.

Mudanças no time
Na busca por uma equipe mais competitiva, Cláudio Prates sabe que não terá Zeca na partida. Tanto ele quanto o volante Ramon estão no Bahia emprestados pelo Internacional e uma cláusula no contrato impede os atletas de entrarem em campo. O mesmo vale para o lateral esquerdo Moisés, emprestado pelo Esquadrão ao time gaúcho.

No meio-campo, Gregore e Ronaldo voltam a ficar à disposição depois de terem desfalcado o tricolor na rodada passada. O primeiro deve ser titular, reforçando o setor de marcação. Durante o último treino em Salvador, Cláudio Prates testou algumas mudanças na equipe, mas não deu pistas nem confirmou a escalação.

Uma outra mudança que o Bahia pode sofrer é no gol. Alvo de críticas – principalmente após falhas contra o Flamengo -, Anderson pode perder a vaga para Mateus Claus. Titular da posição, Douglas ainda se recupera do estiramento muscular que sofreu na coxa.

Fonte: Correio