Polícia Civil investiga bomba jogada em casa de testemunha do Caso Flordelis

O caso Flordelis parece nunca ter fim. Neste sábado, a história da deputada, pastora e cantora que está sendo acusada de ter mandado matar o marido, o pastor Anderson do Carmo teve mais um tenebroso episódio. 
 
Uma testemunha da investigação do crime, que aconteceu em junho do ano passado, denunciou à polícia que uma bomba caseira foi jogada em sua casa na madrugada de sexta-feira (4). A delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) investiga o caso.
 
Flordelis dos Santos de Souza, que é deputada pelo PSD-RJ, chegou a ser denunciada pelo assassinato, mas não foi presa por possuir imunidade parlamentar. A polícia só pode cumprir um mandado de prisão em caso de perda de mandato parlamentar.
 
A Comissão de Ética da Câmara dos Deputados iniciou um processo de análise do caso que pode terminar com a cassação do seu mandato. O projeto precisa passar pelo plenário, mas os partidos já decidiram que vão aprová-lo.
 
 

Fonte: Agencia Brasil