Tiroteio entre major e agente no Recife termina com dois mortos

O tiroteio entre um major da Polícia Militar (PM) e um agente penitenciário, na noite de sábado, em um bar de Boa Viagem, Zona Sul de Recife, em Pernambuco, terminou com dois mortos e cinco feridos.

Um homem morreu no local e outro após ser socorrido para um hospital da capital pernambucana. A identidade deles não foi informada pela assessoria de Comunicação da Polícia Militar de Pernambuco. Um morador da área informou à TV Jornal que uma das vítimas fatais se chamava Ékos.

A confusão aconteceu no Bar do Primo, localizado na Rua Professor José Brandão. Houve uma discussão entre um major da PM, chamado Dinamérico, e um agente penitenciário, identificado como Ricardo, dando início ao tiroteio. Ambos ficaram feridos. Pelo menos sete viaturas foram enviadas ao local. Policiais do 19º Batalhão aprenderam, no bar, três pistolas, quatro carregadores de pistolas e 39 balas (24 munições de calibre 9mm e 15 de calibre 380.).

Segundo a PM, todo o material apreendido foi encaminhado para o DHPP, que irá conduzir as investigações da ocorrência. Além disso, diz a PM em nota, “os agentes públicos envolvidos terão que enfrentar os procedimentos internos previstos pelo regulamento de suas respectivas corporações. A Corregedoria Geral da SDS foi acionada e está investigando a ocorrência”.

Na confusão, também ficaram feridos Eva Valéria do Nascimento (esposa de um policial civil, segundo informações da PM) e Eduardo Pereira Gomes Inssran. Os dois foram socorridos para o Hospital Português, no bairro do Paissandu, área central do Recife. Outros feridos são um homem chamado Mauro e um mecânico identificado como Claudio. Eles foram levados para o Hospital da Restauração.

*Matéria originalmente publicada no Jornal do Commercio, parceiro do CORREIO pela Rede Nordeste

Fonte: Correio