Covid: Testes da vacina de Oxford são suspensos após reação grave em paciente

Em comunicado publicado nesta terça-feira (8), a AstraZeneca afirma que suspenderá testes da fase três da “vacina de Oxford” contra o coronavírus devido à reações adversas observadas em um paciente no Reino Unido. As complicações não foram detalhadas no informe. 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu o aviso da empresa e disse que aguarda envio de mais informações para se posicionar oficialmente. “A decisão de interromper os estudos foi do laboratório, que comunicou os países participantes. A Anvisa já recebeu a mensagem e vai aguardar o envio de mais informações para pronunciar oficialmente”, diz a estatal em nota. 

“Esta é uma ação de rotina que deve acontecer sempre que houver uma doença potencialmente inexplicada em um dos ensaios”, diz a nota publicada pela AstraZeneca. Conforme assessoria de imprensa da empresa, ainda não se sabe se os testes serão interrompidos também no Brasil. 

Em breve, a empresa garantiu que vai se posicionar sobre a testagem no país. Há uma parceria que prevê trocas tecnológicas e ao menos 100 milhões de doses com o governo federal. 

Fonte: Agencia Brasil