Médica picada por cobra em cachoeira sai da UTI, e irmã diz: 'Deus abençoou'

A médica Dieynne Saugo, internada desde 30 agosto após ser picada por uma cobra jararaca em uma cachoeira na cidade de Nobres, no Mato Grosso, deixou a UTI. Ela está em um hospital particular de São Paulo. A novidade foi informada pela irmã de Dieyenne via redes sociais, que também contou que a irmã está curada da Covid-19, descoberta durante a internação. 

“Acabamos de receber uma notícia maravilhosa, a Dy já foi liberada para sair da UTI e ir para o quarto”, escreveu Nathalia Saugo. Ela também agradeceu as mensagens positivas após o caso ganhar enorme repercurssão: “Muito obrigada pelas energias positivas, e pelas orações, por tudoooo, gratidão”, completou. 

 

 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

.Deus é tão bom, mas tão bom, que ele não desampara seus filhos!! E ele está ouvindo cada oração… . . .Acabamos de receber uma notícia MARAVILHOSA, a Dy ja foi liberada para sair da UTI e ir para o quarto, deixaram uma pessoa ir la ficar com ela, claro que com todos os cuidados possíveis, e também ela já parou de tomar o remédio forte que estava tomando para a coagulação, estão usando outros meios para controlar!! . .Deus abençoou, e a nossa viagem até aqui não foi atoa, os exames da minha mãe e da minha irmã deram negativo graças a Deus🙏🏻🙏🏻 . .Deus é muito maravilhoso, MUITO obrigada pelas energias positivas, e pelas orações, por tudoooo, GRATIDÃO❤️🙏🏻❤️😍 . .Já já vamos estar assim de novo, juntinhas!! Vocês são TUDO para mim, AMO VOCÊS😭❤️

Uma publicação compartilhada por 𝙽𝙰𝚃𝙷𝙰𝙻𝙸𝙰 𝚂𝙰𝚄𝙶𝙾 𝙿𝙰𝙸𝚅𝙰 ♛ (@nathsaugop) em 7 de Set, 2020 às 10:28 PDT

Leia mais: Médica picada por jararaca em cachoeira faz apelo: ‘Orem por mim’

Relembre

Dieynne foi picada duas vezes durante um passeio. Ela foi encaminhada às pressas para o Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e, de lá, levada para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) de um hospital particular. Na noite de quinta-feira (3), a médica foi transferida de avião para o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde passou por uma cirurgia no braço no dia seguinte.

A família da médica criou uma campanha no site Vaquinha com o objetivo de arrecadar R$ 300 mil para o tratamento dela. Segundo a irmã da médica, o valor é referente ao custo da transferência para São Paulo e do período de internação no Einstein (R$ 200 mil). Ela disse que a família fez um empréstimo para conseguir realizar a transferência da médica.

Um vídeo gravado no momento da ocorrência mostra a médica pedindo socorro. A cobra teria despencado com a queda d’água da cachoeira, atingindo a médica, que estava logo abaixo da cascata. Veja abaixo:

 

 

Fonte: Agencia Brasil