TRE-MG recebe 14 chapas a prefeituras e 133 candidatos a vereador

Ao menos 14 chapas a prefeituras e 133 candidatos a vereador foram registrados no Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) até a manhã desta terça-feira (8) para a disputa das eleições 2020 no Estado. Nenhum deles, porém, concorrerá na capital mineira. Eles estão distribuídas por 17 cidades mineiras de pequeno porte. Em todo o Brasil, até as 9h34 desta terça eram 45 candidatos a prefeito, 46 a vice e 437 vereadores já registrados.

Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a data para as convenções de partido, vai até 16 de setembro. E o prazo para o registro da candidatura até o dia 26 de setembro. As datas foram alteradas, segundo a Justiça Eleitoral, em decorrência a pandemia da Covid-19.
A pandemia foi um dos fatores que causaram a demora a respeito da definição de candidatos nos partidos. 

“A epidemia afetou o quadro eleitoral em todo o país. Além disso, com o fim das coligações, quem quer ter uma vaga na Câmara precisa lançar um candidato a prefeito e isso acaba afetando esse lançamento de um nome para os cargos”, explica o cientista político, Adriano Cerqueira. 

O cientista político ressalta que muitos partidos ainda realizam pesquisas para definirem seus candidatos. “Essas pesquisas ocorrem agora devido à pandemia, que limitou o acesso à população e a questão das coligações e agenda de convenções, que ainda está sendo realizadas”, detalhou.

Adriano Cerqueira reforça ainda que ao darem tempo para as pesquisas de nomes, os partidos acabam assumindo o risco e acabam deixando a escolha para última hora. “Assumem o risco de lançar candidaturas com nomes desconhecidos da população”, complementa.

Para ele, os candidatos à reeleição para as prefeituras levam vantagem nesse cenário. 

“Eles são conhecidos entre o eleitorado e estão com a situação política bem definida. O que ganha em comparação aos demais candidatos”, completa Cerqueira.

Fonte: Agencia Brasil