Passageiro é retirado de voo pela polícia após insulto homofóbico a comissário

Um passageiro foi expulso de um voo entre Salvador e Fortaleza, com parada em São Paulo, após insultar um comissário de bordo com comentários homofóbicos. O caso repercutiu no Twitter na segunda-feira (14), após o relato do caso viralizar, segundo informações do jornal Extra. 

“Soube agora que um cara chamou o comissário de viado no voo da Latam, o avião retornou pra base, chamaram a Polícia Federal, e o cara foi retirado do voo”, diz o comentário. Os insultos teriam acontecido após o comissário pedir que um dos passageiros levantasse a poltrona para a decolagem, enquanto o avião se preparava para sair do aeroporto de Guarulhos (SP). O passageiro, então, teria chamado o funcionário de “viadinho de bosta”.

O chefe da tripulação foi chamado e o passageiro também o ofendeu. O autor do post, que afirmou ter recebido a foto e as informações de um dos passageiros presentes na aeronave.  Ao jornal Extra, a companhia aérea LATAM Airlines Brasil se pronunciou sobre o episódio por meio de nota, informando ter solicitado apoio da Polícia Federal para realizar o desembarque daquele indivíduo. 

Leia a nota completa da Latam:

“A LATAM Airlines Brasil informa que solicitou apoio da Polícia Federal para realizar o desembarque de um passageiro do voo LA3333(São Paulo/Guarulhos – Fortaleza) da manhã de ontem (14) em função de comportamento indisciplinado. A empresa reforça que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo rigorosamente aos regulamentos de autoridades nacionais e internacionais.

A LATAM reforça ainda que repudia veementemente qualquer tipo de ofensa e reitera que qualquer opinião que contrarie o respeito não reflete os valores e os princípios da empresa”.

Fonte: Correio