Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, está com coronavírus

O ministro do Turismo, o mineiro Marcelo Álvaro Antônio, de 46 anos, testou positivo para coronavírus na manhã desta sexta-feira (18). Agora, são nove ministros do governo federal que foram diagnosticados com a doença.

Conforme sua assessoria de imprensa informou, Marcelo encontra-se assintomático e “seguirá trabalhando de casa, adotando todos os protocolos recomendados pelo Ministério da Saúde”, diz nota enviada.

A última aparição pública do ministro foi na última quarta-feira (16), durante a solenidade que efetivou general Eduardo Pazuello como ministro da Saúde. Desde o início da pandemia, em março deste ano, essa foi a cerimônia que contou com o maior número de participantes no Palácio do Planalto.

STF

O ministro compareceu presencialmente, na última quinta-feira (10), em Brasília, na posse de Luiz Fux como presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro foi diagnosticado com o vírus na última segunda-feira (14).

Neste ano, a solenidade de posse do STF ocorreu de forma restrita, mas isso não impediu que outras autoridades que compareceram na cerimônia contraíssem o vírus. Agora já são sete pessoas.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ); o procurador geral da República, Augusto Aras; a presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministra Maria Cristina Peduzzi; e dois ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ) – Luis Felipe Salomão e Antonio Saldanha Palheiro – , também testaram positivo para doença.

Governo

Os outros ministros vítimas da pandemia foram:

– Augusto Heleno, ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional;
– Bento Albuquerque, ministro de Minas e Energia;
– Onyx  Lorenzoni, ministro da Cidadania;
– Milton Ribeiro, ministro da Educação;
– Marcos Pontes, ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações;
– Wagner Rosário, controlador geral da União;
– Walter Souza Braga Netto, ministro-chefe da Casa Civil;
– Jorge Antônio de Oliveira Francisco, ministro da Secretaria-Geral da Presidência.

Os primeiros ministros a testarem positivo para a doença foram o general Augusto Heleno, do Gabinete de Segurança Institucional, e Bento Albuquerque, de Minas e Energia. Em março, eles fizeram parte da comitiva presidencial que visitou a Flórida, nos Estados Unidos.

Alvorada

Membros da família  Bolsonaro também já testaram positivo para o vírus. Em julho testaram positivo para doença o presidente e a primeira-dama, Michelle. O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ)  e o filho 04, Jair Renan, também já contraíram a Covid-19.

Fonte: Agencia Brasil