'Vai sofrer pelo resto vida', disse pai à ex-mulher antes de matar filho de 3 anos

Um homem de 24 anos – que é acusado de matar o próprio filho, de 3 anos, em Betim (MG), no último dia 7 de setembro – desejou à mãe da criança, minutos antes do assassinato, que ela “sofra pelo resto da vida”.

A mensagem foi transmitida pelo criminoso à ex-companheira por meio de um aplicativo de mensagens. O fato foi contado pelo delegado Leonardo Mota, da Polícia Civil do estado (PCMG), ao portal Metrópoles.

“Após a mensagem, ele agrediu o filho com a faca e depois tentou se matar. A mãe dele [do suspeito], que estava na casa, viu a criança já caída no chão, e ele se golpeando com a faca”, disse o delegado.

O perito da PCMG não conseguiu precisar o número total de facadas que o menino levou, pois foram muitos golpes na criança.

“Teve perfurações na parte posterior, na parte anterior, no pulmão e no coração, além de uma costela quebrada. A ponta da facada está até torta”, detalhou o investigador.

Mota acredita que a intenção do criminoso era praticar um feminicídio. Isso porque ele chamou a ex-companheira para a casa dele antes de matar a criança, mas a mulher rejeitou o convite.

“O casal morou juntos por três anos, mas havia sete meses que estavam separados. O que motivou o término foi por que a mulher começou a frequentar a igreja, e ele ficou com ciúmes”, conta.

Ainda de acordo com o Metrópoles, o jovem tem um histórico, segundo o delegado, de uso de drogas e de álcool. Desde 7 de setembro, ele está no hospital, preso sob custódia, e agora indiciado por homicídio triplamente qualificado.

Fonte: Correio