Após ganhar medalha no vôlei de praia, Carol Solberg grita 'Fora Bolsonaro'

Carol Solberg, jogadora brasileira de vôlei de praia que compete ao lado de Talita, aproveitou um momento de alegria para extravasar. Após conquistar a medalha de bronze na primeira etapa do circuito brasileiro do esporte, que está sendo disputado em uma bolha em Saquarema, a atleta gritou ‘Fora, Bolsonaro’ em entrevista ao vivo para o canal SporTV. A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) publicou uma nota oficial criticando a atitude da atleta.

Após o término da disputa de terceiro lugar, no qual Carol e Talita derrotaram Josi e Juliana, as atletas foram agradecer ao público – através da TV, já que não é permitida a presença de torcedores nas arquibancadas. Talita falou primeiro e, depois Carol. “Só para não esquecer, Fora Bolsonaro”, disse Carol após o agradecimento.

“O ‘fora, Bolsonaro’ está engasgado aqui na garganta. Ver esse desgoverno dessa forma, ver o pantanal queimando, 140 mil mortes e a gente encarando a pandemia desse jeito. É isso. Tá engasgado esse grito. E me sinto, como atleta, na obrigação de me posicionar”, afirmou Carol Solberg ao blog Olhar Olímpico, do portal UOL.

A CBV criticou a atitude de Carol Solberg em nota oficial publicada no site da entidade. No texto, a Confederação se posicionou de forma “veemente” contra “a utilização dos eventos organizados pela entidade para realização de quaisquer manifestações de cunho político”, e afirmou que irá tomar as medidas cabíveis para evitar novos casos do tipo. Você pode conferir a íntegra da nota no final desta matéria.

Carol Solberg é filha da ex-jogadora de vôlei de quadra Isabel Salgado, que é bastante crítica ao governo de Jair Bolsonaro. Em junho, Isabel divulgou uma carta aberta à antiga colega Ana Paula Henkel na qual a criticava pelos posicionamentos a favor do governo.

A primeira etapa do vôlei de praia foi vencida por Ana Patrícia e Rebeca, que derrotaram Ágatha e Duda por 2 sets a 1 – estas serão as duas duplas que disputarão a Olimpíada de Tóquio representando o Brasil no esporte. A etapa masculina do vôlei de praia será disputada na próxima semana.

Confira a nota oficial da CBV:

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), vem, através desta, expressar de forma veemente o seu repúdio sobre a utilização dos eventos organizados pela entidade para realização de quaisquer manifestações de cunho político.

O ato praticado neste domingo (20.09) pela atleta Carol Solberg durante a entrevista ocorrida ao fim da disputa de 3º e 4º lugar da primeira etapa do Circuito Brasileiro Open de Volei de Praia – Temporada 2020/2021, em nada condiz com a atitude ética que os atletas devem sempre zelar.

Aproveitamos ainda para demonstrar toda nossa tristeza e insatisfação, tendo em vista que essa primeira etapa do CBVP OPEN 2020/2021, considerada um marco no retorno das competições dos esportes olímpicos, por tamanha importância, não poderia ser manchada por um ato totalmente impensado praticado pela referida atleta.

Por fim, a CBV gostaria de destacar que tomará todas as medidas cabíveis para que fatos como esses, que denigrem a imagem do esporte, não voltem mais a ser praticados.

Fonte: Correio