Covid: infectados pelo coronavírus, mãe e filho morrem em intervalo de 8 horas

Uma família viveu um drama no último final de semana, em Xanxerê, Santa Catarina. Isso porque mãe e filho, que foram diagnosticados com o novo coronavírus (Covid-19), morreram em intervalo de 8 horas após ficarem internados na mesma ala de unidade de terapia intensiva (UTI), por quase duas semanas.

Em nota divulgada ao G1 local, a prefeitura do município confirmou que a professora da rede municipal de ensino infantil Erenita Isotton, de 60 anos, morreu às 19h30 de sábado (19), enquanto seu filho Ademar Isotton Júnior, de 32 anos, que era motorista da Secretaria Municipal de Saúde, morreu às 3h30 do último domingo (20).

Ademar foi o primeiro a ser internado na UTI, em 4 de setembro. Quatro dias depois, foi a vez de sua mãe ingressar no local. Ambos tinham comorbidades da doença e tiveram a causa da morte confirmada para Covid-19.

“Erenita foi professora, colega, amiga e uma excelente profissional. Desejamos que Deus a receba em seus braços com o mesmo amor e carinho com que diariamente ela recebia seus alunos”, diz a nota.

Também em nota, a Secretaria de Saúde da cidade lamentou a morte de Ademar, e lembrou da dedicação dele ao trabalho e aos colegas.

“‘Funcionário dedicado e exemplar, Junior estava sempre disposto a colaborar, sempre com um sorriso no rosto, com bom humor, auxiliando a todos. […] Que Deus possa dar o conforto à família neste momento de dor”, informa a nota.

Fonte: Agencia Brasil