Ramires se diz mais maduro e revela preferência por posição

O momento do Bahia no Campeonato Brasileiro não é dos melhores, mas para o meia Eric Ramires, o retorno ao tricolor significa o início de um novo ciclo.

Após quase um ano emprestado ao Basel, da Suíça, o jogador de 20 anos está de volta ao clube e foi integrado ao elenco de Mano de Menezes. Nas palavras do próprio jogador, a “nova versão de Ramires” está mais preparada para ajudar o Bahia.

“Foi uma passagem de um ano, aprendi muitas coisas boas. Volto mais amadurecido mentalmente e fisicamente para ajudar o Esquadrão”, garante ele durante entrevista no CT Evaristo de Macedo.

Treinando com o elenco há quase duas semanas, Ramires é até o momento a única nova peça que Mano Menezes ganhou durante a pausa de dez dias sem jogos que o clube teve no Brasileirão. Ao ser apresentado no Bahia, Mano afirmou que conta com o atleta para a sequência da temporada e deixou o jogador motivado.

“Foi uma declaração boa, um motivo a mais para eu ter vontade de conquistar coisas grandes pelo Bahia. Claro que eu sempre tive essa vontade, ainda mais sabendo que o treinador conta comigo. Ele falou que era uma ótima contratação. Isso me dá mais motivação para buscar os objetivos”, continuou Ramires. 

A reestreia do prata da casa com a camisa azul, vermelha e branca pode acontecer na partida contra o Athletico-PR, no próximo sábado (26), às 19h, na Arena da Baixada. Ramires, inclusive, avisa em qual posição se sente mais confortável para atuar.

“Me sinto mais confortável para atuar de segundo volante, saindo para o jogo. Mas na posição que o treinador me pedir para jogar eu vou estar apto. Vou trabalhar todos os dias para ajudar a equipe da melhor forma possível”, afirmou o jogador.

Atualmente, o Bahia conta com apenas dois jogadores com características mais criativas no elenco: Rodriguinho e Daniel. O segundo, inclusive, rendeu melhor atuando justamente na função que Ramires pretende exercer no Bahia. Porém, após a chegada de Mano, Daniel perdeu espaço no time e ficou como opção entre os reservas.

Preparação
Vice-lanterna do Brasileirão, o Bahia vai ter que correr dobrado para conseguir dar a volta por cima e aliviar a crise que se abateu sobre o time, que soma nove pontos em dez partidas e não vence há oito jogos.  

Para piorar, o clube tem ainda a marca negativa de ser a pior defesa do Campeonato Brasileiro ao lado do Red Bull Bragantino, com 18 gols sofridos.

Nesta segunda-feira (21), o elenco voltou aos treinos e Mano Menezes voltou a fazer testes na equipe. No momento, a alteração mais urgente será na lateral direita. Com Nino Paraíba suspenso e João Pedro vetado, Mano terá que definir um substituto para o duelo contra o Athletico-PR.

No momento, o único lateral de origem é o garoto Douglas Borel. Zeca, que joga na esquerda, mas pode atuar na direita, foi liberado para cuidar de problemas pessoais e não vem treinando. Outra opção é improvisar o volante Edson.

Fonte: Correio