Jovem é impedido de entrar em mercado por short pequeno: 'homem não pode usar'

O estudante de psicologia Marcos Pascoal, de 25 anos, denunciou nas redes sociais um caso de preconceito sofrido em um supermercado da rede Walmart em Salvador, na Bahia no último sábado (19). Em imagens nas quais ele aparece conversando com um segurança, o homem afirma que Pascoal não poderia entrar no estabelecimento por estar usando uma bermuda muito curta.

“Até esse momento, o senhor é homem, então o senhor tem que ajeitar seu short”, diz, quando é rebatido pelo estudante: “homem não pode usar short curto?” “Não”, responde o segurança.

“Minha advogada está entrando com uma ação contra o supermercado por todo o vexame que ele me fez passar. É isso, não se calem, mas também tentem agir com cuidado nessas situações, se possível. Deixe o outro tropeçar em suas próprias palavras, ele tem que se justificar, não eu”, publicou Marcos no Twitter.

No vídeo, o segurança ainda alega que a vestimenta do estudante poderia ser prejudicial às “várias crianças” que frequentam o supermercado. “Eu sou homem, e temos que estar dentro da realidade”, defendeu o profissional. 

Em nota, o Grupo BIG, responsável pela administração da rede Walmart no Brasil, informou que a situação é “inadmissível e não corresponde aos procedimentos e valores da empresa”. 

A empresa pontuou que vai tomar “medidas cabíveis” e se prontificou a entrar em contato com o cliente, para dar assistência a ele. 

Fonte: Agencia Brasil