Acusado de matar candidato a vereador em Patrocínio se entrega à polícia

O ex-secretário de Obras de Patrocínio, Jorge Marra (PTB), irmão do prefeito da cidade e autor dos disparos que mataram o pré-candidato a vereador Cássio Remis (PSDB), se entregou à polícia na tarde deste domingo (27). O homem foi até a Delegacia Regional do município e está prestando depoimento aos delegaos encarregados do caso, Valter André e Renato Mendonça.  

Conforme a Polícia Civil, haverá uma coletiva de imprensa online para detalhar o que Marra alegou aos investigadores, e os próximos andamentos do caso. 

O crime aconteceu na tarde da últimamquinta-feira (24). Cassio Remis, que já foi presidente da Câmara de Patrocínio, fazia uma transmissão ao vivo nas redes sociais denunciando uma obra da prefeitura que, supostamente, beneficiaria o comitê de campanha do atual prefeito e pré-candidato à reeleição, Deiró Marra (DEM).

Durante o vídeo, Jorge Marra, de 60 anos, chegou ao local em uma caminhonete e tomou o celular do político. Depois disso, em frente à secretaria, eles tornaram a brigar e o autor sacou uma arma e disparou na cabeça de Remis, que morreu no local.

Leia tudo sobre o caso:

Crime em Patrocínio deve prejudicar debate eleitoral, dizem especialistas

Localizados carro e arma do suspeito de assassinar político em Patrocíni

Corpo de Cassio Remis, pré-candidato a vereador morto, é velado em Patrocínio

Candidato a vereador em Patrocínio é morto a tiros; irmão do prefeito é suspeito

Prefeito nega rixa anterior entre irmão e ex-vereador

Fonte: Agencia Brasil