Após seis anos, Bahia volta a ser lanterna do Brasileirão

Nove jogos sem vencer. Quatro derrotas seguidas. Camisa 9 sem marcar há 13 partidas. Novo técnico que só perdeu. Zona de rebaixamento. Tinha como a semana do torcedor do Bahia ficar pior? Sim: neste domingo (27), o tricolor tornou-se o lanterna da Série A do Campeonato Brasileiro.

“Culpa” do Goiás, que empatou com o Ceará no Castelão e ficou com nove pontos. Como tem saldo de gols melhor (-2 contra -7), o time goiano passou a lanterna do Brasileiro para o Bahia. Mas culpa principalmente do próprio Bahia, que no sábado desperdiçou um pênalti, com Clayson, e foi derrotado pelo Athletico-PR por 1×0 em Curitiba. Terceira derrota de Mano Menezes em três partidas no comando.

A lanterna tem um requinte de crueldade: o Goiás, que ficou em 19º, tem apenas nove jogos disputados. O tricolor tem 11. Faz o seu 12ª na quarta-feira, quando visita o Botafogo às 21h30, no Rio de Janeiro. O jogo, atrasado, é válido pela 1ª rodada.

Encontrar a última vez em que o Bahia segurou a lanterna requer alguma pesquisa. Foi em 2014, ano que acabou com o rebaixamento tricolor. Aconteceu na 20ª rodada daquela competição, depois que o Esquadrão perdeu por 2×1 fora de casa para o Cruzeiro, no dia 11 de setembro. Desde então, em quatro anos seguidos disputando a Série A desde 2017, o time não sabia o que era a lanterna.

A depender do resultado de quarta-feira, a sequência pode igualar também a pior do Bahia nos pontos corridos. No mesmo ano de 2014, o Esquadrão ficou 10 jogos sem vencer, da 4ª à 13ª rodadas. Neste momento, são nove jogos de jejum: não vence desde 16 de agosto, pela 3ª rodada, quando bateu o Red Bull Bragantino por 2×1.

A lanterna chegou às mãos do Bahia de forma dramática. O Goiás abriu o placar no Castelão com Rafael Moura, mas o Ceará virou com gols de ex-Bahia: o zagueiro Tiago e o meia Vinícius. E o esmeraldino empatou aos 45 minutos do segundo tempo, gol de David Duarte.

Fonte: Correio