De olho em titularidade, Marco Antônio mira reação contra Botafogo

Em busca de uma reação no Campeonato Brasileiro, o Bahia deve ter mudanças no time que enfrenta o Botafogo, nesta quarta-feira (30), às 21h30, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. A principal delas será no ataque.

Depois de sair no intervalo da derrota por 1×0 para o Athletico-PR reclamando de dor na coxa, o atacante Élber dificilmente estará em campo contra o Botafogo. Nesta segunda-feira (28), ele passou por exames em uma clínica no Rio de Janeiro.

Sem o camisa 7, o mais cotado para ficar com a vaga é Marco Antônio. O jogador vem sendo utilizado por Mano Menezes no decorrer das partidas e foi o herói do tricolor no empate com o Palmeiras, quando balançou as redes no fim do jogo, mas ainda não teve chance entre os titulares.

“A gente fica um pouco chateado, se trata de dois jogadores importantes para o grupo, Élber e Gilberto, jogadores que agregam na tática do professor Mano. Eu estou apto para jogar, estou esperando uma oportunidade entre os dez e se professor Mano optar por mim aberto ou pelo meio, eu quero fazer o meu melhor, ajudar a minha a equipe a sair dessa situação”, explicou Marco Antônio, lembrando que Gilberto, com dor na perna, também é dúvida. Caso ele não tenha condições de atuar, Saldanha começará a partida.

O duelo entre Bahia e Botafogo é confronto atrasado da primeira rodada do Brasileirão, mas tem grande importância para as duas equipes, que estão na zona de rebaixamento e podem respirar com uma vitória.

No caso do Tricolor, a seca é de nove jogos sem triunfos. O time ocupa ainda a lanterna da Série A, com o pior rendimento entre os 20 clubes. Apesar das marcas negativas, Marco Antônio acredita que o elenco tem qualidade para iniciar uma reação no torneio.

“É um momento difícil que a gente está passando, até temos feito bons jogos, mas a bola não está entrando no gol adversário. Precisamos trabalhar, nos unir mais enquanto equipe porque só quem pode tirar o Bahia dessa situação somos nós. Estamos nos entregando ao máximo nos jogos, luta não vai faltar. A nossa equipe está em uma só visão, que é sair dessa situação. A qualidade do nosso elenco não é para estar nessa situação. A gente pede até desculpas ao torcedor, mas quero deixar o recado que raça não vai faltar e, se Deus quiser, na quarta começa a nossa reação rumo à pré-Libertadores ou Sul-Americana”, continuou ele.

Nesta terça-feira (29), o elenco do Bahia volta aos treinos no campo da Aeronáutica, no Rio de Janeiro, e faz a última atividade antes da partida. Além das dúvidas no ataque, o Esquadrão tem o retorno de Nino Paraíba na lateral direita.

Mano só vai divulgar a escalação minutos antes do jogo, mas um provável time tem:

Douglas, Edson (Nino Paraíba), Ernando Juninho e Capixaba; Gregore, Ronaldo, Ramires e Rodriguinho; Marco Antônio e Gilberto (Saldanha).

Em 11 jogos do Brasileirão, o Bahia somou apenas nove pontos. Já o Botafogo, que venceu apenas uma partida no torneio, tem 11 pontos e ocupa a 18ª colocação. 

Fonte: Correio