PF faz buscas contra o governador do Pará, Helder Barbalho, e prende secretários

A Polícia Federal (PF) no Pará cumpriu na manhã desta terça-feira (29) mandados de busca e apreensão contra o governador do Estado, Helder Barbalho (MDB), e de prisão contra dois secretários e um assesor dele. Investigações apontam supostos desvios em contratos para a gestão de hospitais, segundo o portal G1.

Os presos são: Parsifal de Jesus Pontes – secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia e ex-secretário da Casa Civil; Antonio de Padua – secretário de Transportes; e Leonardo Maia Nascimento – assessor de gabinete.

Conforme a PF, estão na mira 12 contratos firmados entre o governo estadual e organizações sociais para administração de hospitais públicos do Pará, inclusive os hospitais de campanha construídos para pandemia de coronavírus. Todos eles somam R$ 1,2 bilhão.

Em nota enviada à imprensa, o governo do Pará disse que apoia qualquer investigação que busque proteger o dinheiro público.

Foram expedidos 74 mandados de prisão, 12 deles pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e 62 pelas Varas de Birigui e Penápolis, cidades do interior de São Paulo, e 278 de buscas, cumpridos no Pará, em São Paulo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Paraná.

Fonte: Agencia Brasil