Sol atrai banhistas para as praias e Guarda Municipal intensifica fiscalização

Muita gente procurou as praias de Salvador para tentar se refrescar e pegar um sol, neste sábado (3), mas como esses espaços não estão liberados para uso no fim de semana a Guarda Municipal teve que intensificar as ações de fiscalização. São 156 agentes atuando hoje e amanhã na operação Devagar Devagarinho.

A ação conta com o suporte de cerca de 30 viaturas, duas bases móveis, motocicletas, quadriciclos, um drone, além do apoio da Transalvador, Secretaria Municipal de Ordem Publica (Semop), Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), e Salvamar.

Banhistas desrespeitaram o decreto (Foto: Divulgação)

Em nota, o diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência de Salvador, Maurício Lima, afirmou que acompanha de perto as ações e que o principal objetivo, além de fiscalizar todas as praias entre São Tomé de Paripe e Praia do Flamengo, é de intensificar em alguns pontos.

“As praias de Amaralina, Itapuã, Boa Viagem, Cantagalo, Stella Maris, Flamengo e Piatã estão sob vigilância constante, pois são pontos comuns de aglomerações”, afirmou Lima, ao explicar que a mesma ação será repetida nesse domingo.

Fiscalização foi intensificada (Foto: Divulgação)

Regras
No dia 18 de setembro, o prefeito anunciou a reabertura desses espaços a partir do dia 21, uma segunda-feira, mas com algumas ressalvas. As praias do Porto da Barra, Buracão e Paciência permanecem fechadas porque têm uma faixa de areia muito estreita o que provoca aglomerações.

Já São Tomé de Paripe, Tubarão, Ribeira, Amaralina e Itapuã podem funcionar apenas de terça à sexta-feira. A prefeitura excluiu a segunda-feira desses cinco espaços porque esse dia tem movimento grande de banhistas nesses locais. As demais praias podem funcionar de segunda à sexta-feira, e não há limite de horário em nenhum dos casos.

Soteropolitanos reclamam de nova interdição nas praias: 'Um exagero'

Houve aglomerações durante a semana e quatro praias precisaram ser interditadas (Foto: Nara Gentil/ CORREIO)

Todas as praias de Salvador estão proibidas de receberem público aos fins de semana, mas no primeiro sábado e domingo após a reabertura houve aglomerações em alguns desses espaços. O resultado foi a interdição por sete dias de Boa Viagem, Cantagolo, Amaralina, e Piatã.  

O protocolo determina distanciamento de 1,5 metro entre os banhistas, uso de máscara sempre que estiver fora do mar, proíbe o comércio de alimentos na praia, não permite uso de cooler ou caixa de isopor com comidas e bebidas, nem o uso de cadeiras e sombreiros, e limita as atividades esportivas para apenas duas pessoas.

Fonte: Correio