Nobel de Medicina vai para responsáveis pela descoberta do vírus da hepatite C

Responsáveis pela descoberta do vírus da hepatite C, Harvey J. Alter, Michael Houghton e Charles M. Rice receberam o Prêmio Nobel de Medicina, anunciou nesta segunda-feira (5) a Academia Sueca. Eles serão premiados com 10 milhões de coroas sueca (cerca de R$ 6,3 milhões) para dividirem entre si.

Os estudos feitos por Alter de hepatite associada a transusões de sangue demonstraram que um vírus desconhecido era a causa comum para hepatite crônica. Já Houghton usou uma nova estratégia para isolar o genoma desse novo virus, que foi batizado de vírus da hepatite C. E Rice forneceu a evidência final no caso, mostrando que esse vírus pode, sozinho, causar a hepatite.

As descobertas anteriores dos vírus das hepatites A e B foram essenciais, considera o comitê do Nobel, mas antes do trabalho destes três cientistas a maioria dos casos de hepatite transmitidos pelo sangue não era explicados. Com a decoberta, exames de sangue e novos medicamentos conseguiram salvar vidas.

Mais de 70 milhões de casos da hepatite C são diagnosticados por ano, com 400 mil mortes anuais, destaca o comitê.

A hepatite C é uma das causas de inflamação a longo prazo do fígado e pode levar ao câncer. A doença é um dos principais motivos para transplante do órgão.

Tradicionalmente, a premiação de Medicina é o primeiro Nobel a ser anunciado. Ao longo da semana, serão anunciados os vencedores em Física, Química, Literatura e Paz – esses últimos os mais badalados. A láurea em Economia será divulgada na segunda da semana que vem. Veja como segue o calendário.

  • Física: terça-feira, 6 de outubro
  • Química: quarta-feira, 7 de outubro
  • Literatura: quinta-feira, 8 de outubro
  • Paz: sexta-feira, 9 de outubro
  • Economia: segunda-feira, 12 de outubro

Fonte: Correio