Filhas de militar morta pelo marido policial estavam em casa na hora do crime

Quando a policial militar e influenciadora digital Sylvia Rafaella Gonçalves Pereira, de 38 anos, foi morta pelo marido, Edson Salvador Ferreira de Carvalho, de 33 anos, que também é policial, as duas filhas da mulher estavam dentro de casa. As meninas foram retiradas por uma pessoa, não identificada, que ouviu tiros na casa. 

O crime ocorreu nessa segunda-feira (5) em Ibotirama, na Bahia. O assassino – que estava separado da vítima – cometeu suicídio após mata-la. As informações foram repassadas nesta terça-feira (6) pelo delegado responsável pelo inquérito, Genivaldo Rodrigues, ao G1. 

Ainda não se sabe se as crianças presenciaram o assassinato da mãe. Conforme o investigador, uma das meninas tem idade entre 3 e 4 anos, e é filha de Rafaella e Edson. A segunda, que tem entre 11 e 12 anos, é fruto de outro relacionamento da militar. 

As crianças estão com os avós maternos, informa o delegado, e testemunhas começam a prestar depoimentos nesta terça. Dentre as ouvidas pela investigação, está a filha mais velha de Rafaella. 

O casal estava separado e, em julho deste ano, Edson foi preso em flagrante por agredir a mulher. O corpo da policial foi velado na manhã desta terça, em Bom Jesus da Lapa.

Fonte: Agencia Brasil