Dívida com Marcelo Chamusca deixa Vitória sob risco de sofrer punição

Há muito tempo a torcida do Vitória não ouve falar de Marcelo Chamusca, mas o ex-treinador, que deixou o clube em março de 2018, voltou a ser pauta no clube nesta semana por uma dívida que o rubro-negro mantém com ele. 

Até o dia 19 de outubro, o Vitória terá que quitar um débito relacionado ao direito de imagem de Chamusca, em torno de R$ 150 mil. Na época da demissão, o clube teria acertado pagar o valor de forma parcelada, mas isso não aconteceu. 

Após tentativas frustradas de acordo, o caso chegou à Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD), órgão da CBF que determinou o prazo final do pagamento. 

De acordo com o artigo 40 da CNRD, em seu parágrafo 3°, a pena por descumprimento pode impossibilitar o Vitória de registrar novos atletas pelo período de seis meses a dois anos.

Fonte: Correio