Incêndios avançam e destroem vegetação na Chapada Diamantina

Os incêndios que estão destruindo a vegetação da Chapada Diamantina não dão trégua. Neste domingo (11), as equipes do Corpo de Bombeiros entraram pelo quinto dia seguido de combate às chamas na floresta dos municípios de Andaraí e Mucugê. Em Caturama é o quarto dia de trabalho, e em Rio de Contas a chuva que caiu no final da tarde de sábado (10) ajudou na luta contra o tempo.

O fogo que atinge Andaraí e Mucug está controlado, mas as equipes permanecem no local, realizando rescaldo em pontos específicos e fazendo monitoramentos constantes da área. São 38 bombeiros militares nessa região, além de seis aeronaves modelo airtractor, do Programa Bahia Sem Fogo, um Helicóptero do Graer/PMBA, brigadistas voluntários de Mucugê, Andaraí, Ibicoara, Igatu, Lençóis e representantes do ICMBio e PrevFogo.

Equipes foram divididas em diversas frentes de atuação (Foto: Divulgação/ CBMB)

No município de Caturama é o quarto dia consecutivo de trabalho das equipes. Elas estão realizando o combate direto em pontos remanescentes da região. Em algumas áreas os bombeiros realizaram o monitoramento no sábado (10).

Em Rio de Contas os bombeiros conseguiram evitar a propagação do incêndio para áreas preservadas, assim como em lavouras e residências, no sábado. Além disso, no final do dia choveu na região. Neste domingo, as equipes retornaram para as localidades de Caiambolas, Fazendola e Giló, para verificar os efeitos da chuva e do combate realizado no sábado.

Moradores contaram que a chuva ajudou bastante no combate às chamas e disseram que bombeiros, moradores e órgãos responsáveis fizeram um esforço conjunto para combater o fogo.

Em Barreiras a situação foi controlada (Foto: Divulgação/ CBMB)

Mais tranquilo
Já em Barreiras a situação está controlada e as equipes, agora, monitoram a situação de queimadas que avançam em cidades pertencentes à área de atuação do 17º GBM, que coordena o trabalho de uma equipe especializada no combate a incêndios florestais do Corpo de Bombeiros.

Na sexta-feira (9), depois de dias de trabalho, as equipes empregadas no combate a incêndios florestais não encontraram focos de incêndio na Serra da Bandeira, em Barreiras.

Com a situação controlada, bombeiros militares e brigadistas do PrevFogo debelaram um incêndio que atingiu a Serra do Mimo, também em Barreiras. O fogo pode ter sido causado pela ação humana.

Próximo ao local, no trecho do anel viário, outra operação foi realizada para combater um incêndio que atingia uma área de vegetação. As chamas tomaram grandes proporções, e o trabalho se estendeu até as 17h30.

Fonte: Correio