Alpinista morre após ser atingido por pedra na cabeça ao fazer rapel em SC

O empresário Lucas de Zorzi, 39 anos, morreu depois de ser atingido na cabeça durante o percurso que fazia de rapel na manhã de domingo (11) no Cânion Espraiado, em Urubici, na Serra de Santa Catarina.

O amigo dele Diego Braga, 31, ficou preso a uma altura de 200 metros  e foi resgatado com ferimentos leves por bombeiros em uma operação que durou mais de 6 horas.

Segundo o G1, o acidente ocorreu no momento que eles subiam o cânion, por volta das 10h. A pedra atingi a cabeça de Lucas, que ficou inconsciente.

Equipes do Batalhão de Aviação da Polícia Militar conseguiram resgatar Lucas, que foi encaminhado ao Hospital Nossa Senhora do Prazeres, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. 

Lucas foi campeão brasileiro de wingsuit artístico entre 2015 e 2017, e recordista Sul e Latino Americano da modalidade. Ele era diretor de uma empresa de equipamentos para indústria madeireira. Lucas praticava ainda snowboard, paraquedismo e skydive. Ele deixa um filho e mulher.

Fonte: Correio