Os benefícios da prática da atenção plena para a vida das crianças

Seu filho também pode estar perdido em pensamentos (Foto: Divulgação)

Entrar no piloto automático, se perder na mente cheia de pensamentos, ver o tempo passar sem realmente realizar nada do que queria, fazer as tarefas do dia a dia por pura obrigação, sem encontrar qualquer sentido nelas.

Todos esses são sentimentos comuns à vida adulta nesse período de pandemia. Mas, não se engane, pai ou mãe: seu filho ou filha também podem estar vivendo nesse mesmo estado, enfrentando ansiedade e dificuldade em lidar com pensamentos e julgamentos.

Nesse sentido, a prática da atenção plena – ou Mindfulness – também pode ajudar crianças e adolescentes. Trata-se de uma técnica para aprender a estar mais presente, entender seus pensamentos, lidar com tudo o que há de bom e de mal nos sentimentos. Em suma, ter uma postura de maior compaixão consigo mesmo.

Nesse podcast, entrevistamos a psicóloga infantil e instrutora de Mindfulness para crianças, Danielle Moreira (@contdanielle). Falamos sobre os benefícios da prática da atenção plena para a vida das crianças e adolescentes de qualquer idade.

Como ouvir o podcast? Escolha o seu aplicativo favorito:

Para ouvir no Deezer, clique aqui.
Para ouvir no Spotify, clique aqui.
Para ouvir no Apple Podcasts, clique aqui.
Para ouvir no Google Podcasts, clique aqui

Você também pode ouvir no player abaixo ou fazendo o download:

QUE PODCAST É ESSE? O que a Bahia Quer Saber é uma produção diária do CORREIO. Nele, trazemos sempre programas temáticos, debatendo algum conteúdo extremamente local – ou seja, um assunto que interessa direamente à vida de quem mora em Salvador e na Bahia.

MAS O QUE É PODCAST? É um programa de áudio igualzinho a um de rádio, mas que você pode ouvir quando, onde e como quiser – pulando, pausando ou adiantando os trechos, se preferir. Basta ter um aplicativo de músicas (como Spotify), um aplicativo para podcasts (do Google ou da Apple) ou simplesmente dar o play na janela acima.

>> Clique aqui para ver episódios anteriores do O Que a Bahia Quer Saber

Fonte: Correio