'A gente tem que abrir o olho', alerta capitão Maurício Ramos

Braçadeira no braço e semblante insatisfeito. Diante dos microfones, o capitão Maurício Ramos lamentou mais uma vez. Após o empate em 1×1 com o Guarani, na noite desta quinta-feira (22), o zagueiro fez um alerta: “A gente tem que espantar essa fase, tem que amadurecer, abrir o olho. Estamos na parte de baixo e esse time tem que almejar a parte de cima. Que no próximo jogo possamos fazer melhor e sair vitoriosos”, afirmou logo após deixar o gramado do Barradão. 

O empate diante do Guarani foi o sexto jogo seguido do Vitória sem vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. O último triunfo foi comemorado há quase um mês, no dia 26 de setembro, na 11ª rodada: 3×1 contra o Oeste, no Barradão, ainda sob o comando de Bruno Pivetti. De lá pra cá, empatou como visitante com Operário e Chapecoense e perdeu como mandante para CSA, América-MG e Avaí, além deste empate com o Guarani. 

O resultado fez o time treinado há três rodadas por Eduardo Barroca se manter na 13ª colocação, agora com 20 pontos. O Guarani é o 15º e soma 18. A distância para a zona de rebaixamento é de apenas dois pontos. Já para o G4 são sete pontos de diferença.

O Vitória volta a entrar em campo no domingo (25) para fazer o último jogo fora de casa do primeiro turno. Às 20h30, visita o Botafogo-SP, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. O técnico Eduardo Barroca não contará com o lateral esquerdo Thiago Carleto. Expulso nos acréscimos do jogo contra o Guarani, ele está suspenso.  

Fonte: Correio