Anvisa autoriza importação de 6 milhões de doses da vacina chinesa Coronavac

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), ligada ao Ministério da Saúde, autorizou na tarde desta sexta-feira (23) importação de 6 milhões de doses da Coronavac, vacina contra o coronavírus desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantã, em São Paulo.

A permissão foi assinada por Antônio Barra Torres, que é diretor-presidente substituto da agência desde o início deste ano. 

“O fabricante da vacina está em processo em certificação e a planta produtiva do Butantã já dispõe das certificações, e de boas práticas de formulação para a base do futuro da vacina. Os órgãos não vislumbram risco de autorização excepcional”, declarou Torres.

A decisão frisa, contudo, que o produto só será usado em caso de comprovação de eficácia e deferimento por parte da Anvisa. 

A expectativa, segundo o diretor-presidente, é que a autorização possa agilizar um programa de vacinação futuro da população.

Fonte: Agencia Brasil