'Não é mais fácil investir na cura do que na vacina?', questiona Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), disse nesta segunda-feira (26) que talvez seria mais fácil e mais barato investir em uma possível cura para o coronavírus do que em uma vacina. Ele usou o argumento de que vacinas duram, pelo menos, quatro anos para ficarem prontas.

“Agora, pelo que tudo indica, né, todo mundo diz que a vacina que menos demorou foram quatro anos. Eu não sei porque correr em cima dessa. Eu dou minha opinião pessoal. Não é mais barato ou mais fácil investir na cura do que até na vacina? Ou jogar nas duas, mas também não esquecer da cura”, disse a apoiadores em Brasília.

Novamente, ele afirmou que é testemunha de que a hidroxicloroquina cura a doença. “A cura, eu por exemplo, sou testemunha. Eu tomei a hidroxicloroquina, outros tomaram ivermectina, outros tomaram annita e deu certo. Pelo que tudo indica, todo mundo que tratou precocemente com uma dessas três opções foi curado”, afirmou.

Vacina

O assunto virou o centro das atenções durante a última semana após o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmar que iria comprar milhões de doses da CoronaVac, produto chinês em desenvolvimento juntamente com o Instituto Butatan. No dia seguinte, Bolsonaro afirmou que isso não iria acontecer.

“Toda e qualquer vacina está descartada. Tem que ter uma validade da Saúde e uma certificação por parte da Anvisa também”, disse.

Fonte: Agencia Brasil