Burger King da Av. ACM é interditado por aglomeração de jovens com vassoura

Quem passou pelo Burger King (BK) da Avenida ACM, em Salvador, entre o final da manhã e a tarde deste sábado (31), se deparou com uma cena bastante incomum: ao invés de carros, os clientes – em sua maioria jovens – estavam com vassouras na fila do drive-thru. O que era pra ser uma ação de marketing em comemoração ao Dia das Bruxas acabou gerando aglomeração de pessoas e filas imensas – contrariando as recomendações de combate ao coronavírus. Isso aconteceu não apenas em Salvador, como em várias unidades da franquia por todo país – e, é claro, virou assunto nas redes sociais (veja vídeos abaixo).

Na capital baiana, funcionários relataram que os clientes esperaram cerca de 1h na fila para garantir o brinde. Por volta das 15h30, entretanto, a unidade da Av. ACM foi interditada por agentes da secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e policiais militares por fazer promoção irregular e gerar filas na área externa. 

De acordo com o decreto municipal 32.656/2020, é proibido a realização de eventos ou promoções que possam gerar aglomeração de pessoas. “Durante a fiscalização, os agentes da força-tarefa identificaram também que a temperatura não estava sendo aferida na entrada do estabelecimento”, informou a Sedur em nota.

O secretário da Sedur, Sérgio Guanabara, avalia a ação como irresponsável. “Promover aglomeração no meio de uma pandemia é inadmissível. Isso fere o decreto e mostra a falta de compromisso com a população. Nossos fiscais estão nas ruas para evitar que isso aconteça e garantir a  segurança de todos”, disse.

(Foto: Leitor CORREIO)

(Foto: Leitora CORREIO)

O Burger King anunciou pelas redes sociais que algumas unidades pelo Brasil dariam um sanduíche Whopper de graça aos clientes que passassem de vassoura pelo drive-thru das 10h às 18h. Para participar da promoção, segundo a rede de restaurante especializada em fast-food, o cliente tinha que estar de vassoura, usar máscara de proteção e apresentar documento com foto e CPF.

Ao CORREIO, o Burger King disse os “colaboradores foram orientados para reforçar a necessidade do distanciamento social e uso de máscara, a fim de manter a segurança de todos os consumidores presentes”. “No entanto, em razão de uma orientação advinda dos órgãos responsáveis, a ação foi encerrada para garantir o bem-estar de todos. O Burger King respeita e compreende a posição da entidade e, portanto, acatou prontamente a decisão estabelecida. A companhia reforça, ainda, que segue à risca todos os protocolos de saúde, higiene e segurança recomendados pela Organização Mundial da Saúde”, diz a nota.

Fonte: Correio