Sport vence, sobe na tabela e afunda Athletico-PR no Brasileirão

O Sport se deu melhor no jogo dos desesperados ao vencer o Athletico-PR por 1×0, neste domingo (1º) à tarde, na Ilha do Retiro, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro. Depois de cinco jogos sem vencer, com quatro derrotas e um empate, o time pernambucano desencantou e aparece com 24 pontos, na oitava colocação.

A derrota deixou o time paranaense mergulhado na crise, sem vencer agora há 10 jogos. Embora tenha um jogo a menos, ocupa a penúltima posição, com apenas 16 pontos. Está na frente somente do lanterna Goiás. O time não marca um gol fora de casa há cinco jogos.

O jogo começou equilibrado, com o Sport conseguindo acertar a marcação em cima do Athletico. Mas o time pernambucano errava muitos passes e propiciava a ação ofensiva atleticana. Depois dos 30 minutos, o Sport cansou enquanto o time paranaense explorava bem as beiradas de campo com Nikão e Reinaldo tentando cair nas costas dos laterais da casa: Patric e Raul Prata.

Com mais posse de bola e maior presença ofensiva, o Sport passou a ameaçar a defesa do Sport. A melhor chance, porém, saiu aos 43 minutos, quando Renato Kayzer fez o gol, anulado em seguida pelo VAR.

Na volta do intervalo, o técnico Jair Ventura tentou acertar o meio-campo do Sport com as entradas de Jonatan Gomez e Mikael, respectivamente, nas vagas de Ricardinho e Marquinhos. O jogo ganhou em ritmo nos dois ataques. O Sport desceu e finalizou com Thiago Neves, enquanto o Athletico respondeu com Renato Kayzer, que caiu na área e pediu pênalti. O lance seguiu.

O Sport abriu o placar aos sete minutos. Jonatan Gomez percebeu o avanço de Patric pela direita, que fez o cruzamento rasteiro que pegou Thiago Neves de frente. Ele bateu de chapa, houve ainda o desviou na defesa e a bola entrou.

O gol deu tranquilidade ao time da casa, que melhorou muito com Gomez e Thiago Neves mais soltos e com a entrada de Mikael se movimentando bastante na frente e dificultando a marcação adversária.

O Athletico também ganhou fôlego novo com as entradas de Khellven e Wellington no meio-campo na tentativa de conter o ímpeto pernambucano. O Sport quase ampliou aos 30 minutos. Após escanteio, Jonatan Gomez finalizou e Santos espalmou para escanteio.

Mesmo correndo riscos, o interino Bernardo Franco arriscou com a saída do meia Léo Cittadini para a entrada do centroavante Walter – o técnico Paulo Autuori cumpre suspensão.

O Sport se fechou com a saída de Thiago Neves para a entrada de Luciano Juba para reforçar a marcação. Nos últimos minutos, ainda tirou o atacante Mikael para a entrada do zagueiro Chico. Nesta altura, era sua opção para segurar o resultado. Nos acréscimos, no último lance, Patric foi expulso por dar um tapa em Kayzer, o que precisou de novo da ajuda do VAR.

Pela 20ª rodada, o Sport vai enfrentar o Ceará, na Arena Castelão, no outro domingo, às 20h30. No sábado, às 18 horas, o Athletico recebe o Fortaleza na Arena da Baixada, em Curitiba. Antes disso, quarta-feira, às 21h30, estará no Rio de Janeiro para enfrentar o Flamengo pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Em casa perdeu por 1×0.

FICHA TÉCNICA:

Sport 1 x 0 Athletico-PR
Sport: Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Raul Prata; Marcão Silva, Ricardinho (Jonatan Gomez), Lucas Mugni (Márcio Araújo), Thiago Neves (Luciano Juba) e Marquinhos (Mikael e Chico); Leandro Barcia. Técnico: Jair Ventura.

Athletico-PR: Santos; Erick, Zé Ivaldo, Aguilar e Márcio Azevedo (João Victor); Christian (Khellven), Richard (Wellington) e Léo Cittadini (Walter); Nikão, Renato Kayzer e Reinaldo (Carlos Eduardo). Técnico: Bernardo Franco (interino)

Gol: Thiago Neves, aos 7 minutos do segundo tempo.
Cartões amarelos: Iago Maidana e Leandro Barcia (Sport); Erick (Athletico).
Cartão vermelho: Patric (Sport).
Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO).
Local: Ilha do Retiro, em Recife (PE).

Fonte: Correio