Com hematoma no cérebro, Maradona passará por cirurgia na Argentina

Após o médico de Diego Armando Maradona afirmar que ele estava evoluindo clinicamente, exames realizados nesta tarde de terça-feira, 3, constaram a presença de um hematoma no cérebro do ex-craque. Com isso, o argentino terá de passar por um procedimento cirúrgico que será realizado nesta noite, em um hospital. Portanto, o ídolo argentino será transferido da clínica onde está internado. As informações foram divulgadas pela ESPN da Argentina

O procedimento cirúrgico deve ser comandado por Leopoldo Luque, que é o médico pessoal do atual técnico do  Gimnasia y Esgrima. Após a cirurgia ser realizada, o médico deve comunicar sobre a situação de saúde de Diego Maradona.

O próprio Leopoldo Luque chegou a afirmar que o quadro clínico havia melhorado. “Ele está bem melhor que ontem, com vontade de ir embora, gostaria que ele ficasse mais um dia. Ele está anêmico, um pouco desidratado, temos que corrigir isso e ver se ele continua melhorando”, disse à imprensa.

Entretanto, a situação mudou após exames diagnosticarem o coágulo de sangue no cérebro de Maradona, o que obrigou os médicos a tomarem a rápida decisão de submeter o ídolo à cirurgia.

A internação ocorreu na última segunda-feira, 2, em uma clínica particular na cidade de La Plata, ao sul de Buenos Aires. Ao dar entrada na unidade, os médicos diagnosticaram um quadro de anemia e desidratação. Considerado ídolo inquestionável pelo povo argentino, Maradona foi homenageado por torcedores, que levaram bandeiras à porta da clínica como uma forma de prestar apoio.

Fonte: Correio