Biden é eleito novo presidente dos EUA, projeta Decision Desk

O democrata Joe Biden será o novo presidente dos EUA, anunciou o Decision Desk HQ, em projeção no final da manhã desta sexta-feira (6). Biden, que completa 78 anos no próximo dia 20, será o homem mais velho a já assumir a presidência dos EUA. A vice dele, Kamala Harris, será a primeira mulher no cargo.

O Decision Desk afirma que Biden ganhou na Pensilvânia, o que o leva para acima dos 270 votos necessários do Colégio Eleitoral, independente do resultado dos outros estados que ainda estão em aberto. Com os 20 delegados da Pensilvânia, ele chega a 273. Biden está à frente de Trump na Georgia e lidera também no Arizona e em Nevada. 

ACOMPANHE A APURAÇÃO EM TEMPO REAL

O Decision Desk é um serviço de projeção eleitoral que fornece conteúdo para empresas de comunicação como Axios, Buzzfeed, Conservative Review, The Economist e Forbes, entre outros.

Em comunicado enviado à imprensa, a coordenação de campanha de Donald Trump afirma que o resultado não está definido, afirmando que vai pedir recontagem em alguns estados e que houve irregularidades, mesmo sem apresentar provas.

“A eleição não acabou. A falsa projeção de Joe Biden como vencedor é baseado em resultados de quatro estados que estão longe de serem finais. Georgia caminha para uma recontagem, em que estamos confiantes que vamos encontrar cédulas que foram mantidas irregularmente, e onde o presidente Trump vai ao final prevalecer. Houve muitas irregularidades na Pensilvânia, incluindo ter oficiais de eleição impedindo que nossos observadores legais tivessem acesso significativo aos locais de contagem de votos”, diz texto assinado pelo coordenador Matt Morgan. “Nós vencemos esse embate na Justiça, mas fomos privados de tempo valuoso e tivemos negada a transparência que a lei estatal prevê”, continua. “Em Nevada, aparentemente houve milhões de indíviduos que conseguiram votar de maneira imprópria. E finalmente o presidente está no caminho de vencer em Arizona, apesar da irresponsável e incorreta ‘chamada’ do estado para Biden pela Fox News e AP. Biden está confiando nesses estados para sua falsa reivindicação à Casa Branca, mas quando e eleição for final, presidente Trump será reeleito”

Fonte: Correio