Efeitos da Covid-19 na saúde mental podem persistir no pós-pandemia, alerta Opas

A Organização Pan-americana de Saúde (Opas) alertou, nesta quinta-feira (5), que os efeitos da pandemia de Covid-19 na saúde mental das pessoas provavelmente “persistirão” depois que o vírus for controlado e alertou sobre dados “preocupantes” entre os profissionais de saúde.

“Quanto mais a crise durar, maior será o impacto em nosso bem-estar coletivo. E sabemos que esses efeitos provavelmente persistirão depois que a pandemia for controlada eventualmente”, disse em coletiva de imprensa virtual o sub-diretor da Opas, Jarbas Barbosa.  

Todas as agências da Organização Mundial da Saúde (OMS) alertaram sobre as consequências do vírus na saúde mental. 

O médico advertiu que “hoje esses alertas são uma realidade” e citou os dados preliminares de um estudo conduzido em seis países que revelou “indícios preocupantes” de que um a cada cinco trabalhadores da saúde apresenta sintomas de depressão. 

“No Chile, quase um em cada 10 tem pensamentos suicidas”, contou Barbosa, mencionando a constante preocupação dos profissionais da saúde sobre a possibilidade de levar o vírus para casa e infectar seus parentes queridos. 

“Todos ficamos abalados”, disse o especialista, que destacou que estudos em vários países mostraram que a pandemia aumentou os níveis de estresse de muitas pessoas na região. 

Fonte: Agencia Brasil