'Serei um presidente para todos os americanos', diz Joe Biden, eleito nos EUA

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, agradeceu aos estadunidenses pela primeira vez após ter sua vitória confirmada. O democrata foi numericamente eleito no início da tarde deste sábado (7). 

“América, estou honrado por vocês terem me escolhido para liderar nosso país maravilhoso”, escreveu Biden, em seu perfil no Twitter. 

“O trabalho que nos espera será difícil, mas eu prometo a vocês uma coisa: eu serei um presidente para todos os americanos – ainda que você tenha votado em mim ou não. Eu vou manter a fé que vocês depositaram em mim”, continou. 

Um discurso de Biden, ao lado de sua vice-presidente eleita, Kamala Harris, é aguardado ainda na tarde deste sábado. 

Democrata conseguiu todos os delegados necessários 
O democrata Joe Biden foi eleito o novo presidente dos EUA no início da tarde deste sábado (7), vencendo disputa tensa com o atual mandatário americano, Donald Trump. Em meio à demora pela contagem do grande fluxo de votos pelos correios, Trump questionou a legitimidade das eleições, disse que irá pedir recontagens em alguns estados e ameaça ir à Justiça, sem especificar por qual motivo ou apresentar evidências de fraude. 

A projeção foi feita pela agência Associated Press e por redes como a CNN estadunidense. Os EUA não têm um Tribunal Superior Eleitorial (TSE), como o Brasil, portanto o resultado costuma ser apontado primeiro pelas agências de notícias. Assim, Joe Biden se torna o 46º presidente dos Estados Unidos.  

Com o grande fluxo de votos este ano enviados pelos correios, a contagem das cédulas demorou mais do que o normal – e alguns estados ainda não encerraram a apuração. O Alasca será o último estado a definir os votos. As cédulas por correio ou depositadas nas urnas entre 29 de outubro e 3 de novembro só serão contadas na semana que vem.

Trump teve um início forte, contrariando pesquisas eleitorais que mostravam uma vitória consideravelmente tranquila para Biden. Mas no decorrer da noite após a eleição presencial, o pêndulo começou a pender para o democrata, com grande força dos votos enviados por carta. Até a manhã de quinta-feira (5), Biden havia conquistado 253 votos no colégio eleitoral e Trump, 214. No sistema de votação indireta dos EUA, cada estado tem um número de votos no Colégio Eleitoral mais ou menos proporcional ao tamanho de sua população, e para vencer a disputa presidencial é preciso somar pelo menos 270 votos. A expectativa cresceu para a reta final, com Biden como favorito.
 

Fonte: Correio