Contra o Botafogo, Mano elogia esforço do elenco e ressalta desgaste físico

A pouca produção ofensiva do Bahia diante do Botafogo tem uma explicação: o desgaste pela sequência de jogos na temporada. Pelo menos é assim que o técnico Mano Menezes avaliou o triunfo do Tricolor diante do Botafogo na noite deste domingo (8). 

Com um gol de Rodriguinho de pênalti aos 53 minutos do segundo tempo, o Bahia encontrou dificuldades para criar desde o início, mas compensou com a raça em não desistir de atacar até o fim. “O que me deixou orgulhoso na briga pelo resultado positivo foi a postura da equipe. A capacidade de superação e a entrega dos jogadores. Nós não conseguimos mais conclusões por conta do desgaste”, avaliou Mano. 

Em comparação ao adversário, o Bahia teve 2 dias a menos de descanso ou treinamento, o que traria 100% de recuperação segundo o treinador. Isso afetou principalmente na “tomada de decisões” e na “explosão muscular para passar o adversário”, continuou.

Apesar da dificuldade em atacar, o Bahia não sofreu no setor defensivo. Os dois últimos triunfos vieram também com uma defesa que não levou gols. Mano Menezes avaliou que, em um momento onde o ataque sustenta a posição do time na tabela, é importante “ajustar a defesa para não sobrecarregar o setor ofensivo”.

E para o Bahia sair de vez dessa briga da zona de rebeixamneto, Mano destacou que não basta vencer uma aprtida, mas sim encarreirar uma sequência de resultados, o que reflete na “confiança dentro do grupo”: “Não basta vencer agora e perder outra, alternado. Isso não dá confiança para seguir nem para o grupo e nem com os adversários. Eles te estudame te respeitam de acordo com o que você mostra”. 

Mudanças na equipe 

Na partida contra o Botafogo os volantes Elias e Gregore tomaram o terceiro cartão amarelo e não enfrentam o Fortaleza pelo jogo atrasado da 19ª rodada. No lugar da dupla, Ronaldo deve compor o time titular ao lado de um nome ainda não definido. Ramon e Edson, que foi afastado da partida contra o Melgar por descumprir o protocolo sanitário contra a covid-19, poderiam seropções, mas Mano adiantou que só pensará na partida de quarta-feira (11) a partir desta segunda (9). E que nenhum atleta já está cotado para a posição

“Vamos ver. Vamos comemorar o triunfo primeiro. É importante nessas horas relaxar um pouco. Mas tenho certeza que teremos um jogo difícil porque todos são”, comentou. “Mais importante que a decisão é a execução. O que cada um entende que deve fazer dentro de campo. As coisas estarão mais claras e quem for o escolhido terá oportunidade de fazer uma grande jogo e lutar pelo resultado positivo”, concluiu o treinador. 
 

Fonte: Correio