Guilherme Bellintani confirma que vai tentar reeleição no Bahia

Atual presidente do Bahia, Guilherme Bellintani confirmou que vai ser candidato à reeleição. O anúncio foi feito durante entrevista na Rádio Metrópole, nesta terça-feira (10).

Bellintani chegou a dizer que estava decidido a não participar do pleito, mas voltou atrás por conta dos impactos causados pela pandemia do novo coronavírus. 

“No começo do ano, antes da pandemia, estava claro na minha cabeça de que o ciclo no Bahia estava fechando. Entendia que o trabalho estava bem feito, mesmo com defeitos, mas estava cumprindo bem. Aí veio a pandemia e projetamos um déficit de 60 milhões. Mas trabalhamos muito, um ano difícil, e quando vi esse momento com uma dificuldade, repensei um pouco, conversei com as pessoas que estão nesse projeto. É um projeto de pessoas que se uniram. Procurei essas pessoas, falei da minha preocupação com a situação do clube”, disse ele.

O atual presidente do Bahia disse ainda que entende que o clube precisa passar por mudanças na gestão de futebol.

“Com as correções de rumo no futebol, a expectativa da torcida aumentou e o futebol não está tendo a mesma dimensão de crescimento. Precisamos fazer mudanças na diretoria de futebol, na base. A sensação é de que me tomaram o último ano pela pandemia e não trouxemos os resultados. Consultei os grupos e as pessoas entenderam que a hora é de continuar. Vou sim colocar o meu nome e de todas essas pessoas que reúnem o projeto de um Bahia democrático”, continuou ele.

Durante a conversa, Bellintani esteve acompanhado de Marcelo Sant’Anna, ex-presidente do tricolor e um dos cotados para participar das eleições do clube, mas que garantiu que não estará na corrida à presidência do clube.

Guilherme Bellintani assumiu o Bahia na temporada 2018, sucedendo Marcelo Sant’Anna após vencer eleição no final de 2017. Nos quase três anos comandando o clube, a gestão Bellintani recebeu muitos elogios na parte administrativa.

Esse ano, Bellintani vem sofrendo críticas por conta do futebol. Apesar de ter conquistado três títulos do Campeonato Baiano, o tricolor perdeu as duas finais da Copa do Nordeste que participou (2018 e 2020).

Fonte: Correio