Programa do Ministério Público da Bahia vence prêmio nacional

O programa de Fiscalização Preventiva Integrada (FPI) – coordenado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA), através do Núcleo de Defesa da Bacia do São Francisco (NUSF), pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF) e pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec-BA) – foi o vencedor do Prêmio CNMP 2020, na categoria ‘Indução de Políticas Públicas’.

O programa concorreu com projetos de todo o Brasil. Foram inscritas 1.213 iniciativas do Ministério Público brasileiro, dos 2.598 projetos inscritos no Banco Nacional de Projetos. 

A entrega do prêmio foi nesta quinta-feira (12),, em cerimônia realizada durante o encerramento do I Congresso do Ministério Público Brasileiro. Em razão das restrições impostas pela pandemia do novo covid-19, o evento foi integralmente virtual, transmitido pelo canal oficial do CNMP no YouTube.

O objetivo do Prêmio CNMP é prestigiar os programas e os projetos do Ministério Público que mais se destacaram na concretização do Planejamento Estratégico Nacional e no alinhamento com os objetivos definidos.

A FPI possui atuação interestadual. Iniciado em 2002 na Bahia, alcançou, em 2018, os cinco principais estados da bacia, com apoio do Comitê do São Francisco e da Agência Peixe Vivo. 

“Ficamos todos muito felizes, porque sabemos o que a FPI representa para nosso povo. É quando MP, órgãos públicos federais e estaduais de meio ambiente, polícias, ONGs, conselhos profissionais e colaboradores se unem. São carrancas em defesa do Velho Chico”, declara a promotora Luciana Khoury, uma das coordenadoras da FPI.

As ações da FPI visam melhorar a qualidade ambiental da bacia e a qualidade de vida do seu povo, com ênfase para os povos tradicionais.

Fonte: Correio