Ex-governador de Sergipe João Alves Filho morre após parada cardíaca e Covid-19

O ex-governador de Sergipe João Alves Filho, de 79 anos, morreu na madrugada desta quarta-feira (25) após sofrer uma parada cardíaca e contrair coronavírus. Ele estava internado desde o último dia 18 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Sírio-Libanês, localizado em Brasília.

Conforme informações do portal G1, o político recebeu os primeiros atendimentos em casa, onde mora com sua esposa e senadora Maria do Carmo Alves (DEM-SE). Ele também tinha estado avançado de alzheimer.

O corpo será cremado no Cemitério Jardim Metropolitano, em Valparaíso de Goiás. Além da mulher, Filho deixa três filhos e quatro netos.

O governador Belivaldo Chagas (PSD) decretou luto oficial de três dias e emitiu uma nota de pesar. “O ex-governador João Alves, sem dúvida alguma é uma das mais importantes referências políticas que temos no nosso estado. João Alves foi especial para Sergipe e realizou obras importantes para o povo sergipano. Estivemos em campos opostos ideológica e politicamente, mas sempre nos tratamos de maneira respeitosa. Tivemos uma relação institucional muito saudável. Seu legado será lembrado com apreço e respeito”, escreveu.

Carreira

João Alves Filho nasceu em Aracaju no dia 3 de julho de 1941. Engenheiro civil, iniciou na política em 1975, por intermédio do então governador José Rolemberg Leite, que o nomeou prefeito da capital.

Depois disso foi prefeito mais uma vez, governador por três mandatos (1983-1987, 1991-1994 e 2003-2006) e também foi ministro do Interior.

Fonte: Agencia Brasil