Bahia recebe São Paulo em busca de recuperação no Brasileirão

A sequência de triunfos do Bahia no Campeonato Brasileiro foi interrompida na última rodada, mas neste sábado (28) o tricolor tem a chance de retomar o bom momento que vive na Série A. Às 19h, o Esquadrão recebe o São Paulo, na Fonte Nova, pela 23ª rodada do Brasileirão e tem a missão de continuar pontuando.

O time baiano inicia a rodada na 12ª colocação, com 28 pontos. Vencendo o São Paulo, o tricolor somará 32 pontos e sobe pelo menos duas colocações. Dependendo dos resultados, pode até voltar para o nono lugar.

No entanto, o Esquadrão sabe que a missão não vai ser nada fácil, Diferente do primeiro turno, quando enfrentou um São Paulo em crise e o empate por 1×1, no Morumbi, teve sabor amargo. Agora, o rival vive fase completamente oposta. A equipe do treinador Fernando Diniz está na terceira colocação e briga pelo título do Brasileirão. Por isso, todo cuidado é pouco.

“É um São Paulo mais forte do que no primeiro turno. Não só pelo momento, mas pelo futebol que vem apresentando. É um futebol de resultados e mais competitivo que no primeiro turno. Mas também acredito que a gente evoluiu do primeiro turno pra cá. Da mesma forma que construímos um bom resultado, que por muito pouco não foi melhor, temos capacidade de duelar com o São Paulo, respeitando eles, dentro da nossa casa e mostrar nossa força, buscar o triunfo a todo momento, com toda a nossa força. É um resultado muito importante para a sequência no Campeonato Brasileiro”, analisou o goleiro Douglas.

Um dos trunfos que o Bahia quer usar para vencer o adversário é o fator casa. O Esquadrão vem de seis triunfos seguidos jogando em Salvador entre o Brasileirão e a Copa Sul-Americana.

Mesmo sem a presença da torcida nas arquibancadas, a Fonte Nova tem feito a diferença para o time. Desde que voltou a jogar no estádio durante a pandemia do novo coronavírus, o Bahia venceu todos os quatro jogos que fez, o último contra o Unión (1×0), pela Sul-Americana. Por isso, existe a confiança dentro do elenco de poder fazer mais um bom jogo como mandante.

“Viramos a chave para o Brasileiro, onde o nosso time teve uma melhora boa, principalmente nos jogos em casa temos que aproveitar para somar pontos e subir na tabela. Sabemos que o jogo da volta da Sul-Americana vai ser numa terça-feira, muito importante, mas agora temos que focar no Campeonato Brasileiro, é um time que está na terceira colocação, com dois jogos a menos que o primeiro colocado. O São Paulo é uma equipe muito boa, mas precisamos fazer nosso papel em casa e conseguir o triunfo”, afirmou o zagueiro Ernando.

Por falar em Ernando, o Bahia vai ter mudanças para encarar o São Paulo. O zagueiro será uma das novidades ao lado de Juninho, já que Anderson Martins e Lucas Fonseca estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Fonseca sofreu ainda uma lesão na coxa e já estaria fora.

Também por suspensão, o Esquadrão não terá o artilheiro Gilberto. Completam a lista de desfalques o atacante Gabriel Novaes, que não pode atuar pois pertence ao São Paulo, o goleiro Mateus Claus e o volante Edson, afastados por conta do coronavírus.

Fora de campo, as ausências ficam por conta do técnico Mano Menezes e dos auxiliares James Freitas e Sidnei Lobo. Eles também testaram positivo para covid-19 e estão em isolamento. O time será comandado por Cláudio Prates, auxiliar fixo Bahia.

Reencontro
A partida entre Bahia e São Paulo vai marcar também um reencontro. Será a primeira vez que Daniel Alves jogará contra o time baiano dentro da Fonte Nova.

Cria do Bahia, o lateral direito, que agora atua como meia, já enfrentou o Esquadrão. No primeiro turno ele esteve em campo no empate por 1×1 entre Bahia e São Paulo, no Morumbi. Agora será a primeira vez que vai encarar o ex-clube em Salvador.

Lançado nos profissionais em 2001, Daniel atuou pelo Bahia em 56 jogos, marcando cinco gols e faturando a Copa do Nordeste de 2002. No fim daquela temporada, ele foi negociado ao Sevilla e iniciou a trajetória pela Europa.

Fonte: Correio