Bahia empata com Unión e avança às quartas da Sul-Americana

O Bahia está garantido nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Na noite desta terça-feira (1º), o Esquadrão segurou o empate sem gols com o Unión, no estádio 15 de Abril, na Santa Fe, na Argentina e, como tinha a vantagem por ter vencido a ida por 1×0, avançou no torneio.

Esta é a segunda vez que o Bahia chega até a fase quartas de final da Sul-Americana. A última foi em 2018. O rival na próxima fase da competição internacional será o vencedor do confronto entre Vasco e Defensa y Justícia-ARG. O jogo de ida terminou empatado por 1×1, na Argentina. A volta será nesta quinta-feira (3), no Rio de Janeiro.

Independente do adversário, a partida de está programada para acontecer na próxima semana. A Conmebol ainda vai divulgar dia e horário. Antes disso, o Esquadrão recebe o Ceará, neste sábado (5), na Fonte Nova, pelo Brasileirão.

O JOGO
De volta à Argentina para uma partida oficial após 60 anos, o Bahia homenageou Diego Maradona nas camisas de jogo. O astro argentino faleceu na última quarta-feira (25), em Buenos Aires.

Com a vantagem por ter vencido o jogo de ida por 1×0, o Bahia entrou em campo com três volantes e a clara estratégia de buscar o contra-ataque. Logicamente, o plano atraiu o Unión. O time argentino ficou perto do gol de abrir o placar com Corvalán, que perdeu chance embaixo da trave, e na finalização de Fernando Márquez, que desviou em Juninho.

Enquanto isso, o Bahia tentava achar os espaços na marcação do Unión para encaixar as jogadas de velocidade. Passada a pressão inicial dos donos da casa, o tricolor começou a controlar um pouco mais o duelo.

Aos 18 minutos, Rossi descolou lançamento para Gilberto. O atacante foi na linha de fundo e cruzou rasteiro. Élber chegava para completar com o gol aberto, mas a defesa argentina cortou antes.

Já aos 23 minutos foi a vez de Ramon lançar Gilberto. O camisa 9 entrou livre, driblou o goleiro Moyano, mas perdeu o ângulo e chutou para fora.

Depois disso o nível da partida teve uma queda, os dois times passaram a produzir muito pouco. Só aos 45 minutos o Unión voltou a chegar com perigo. Carabajal recebeu livre, mas na hora de chutar se desequilibrou e caiu sozinho.

Já aos 48 minutos, o árbitro de vídeo entrou em ação por conta de uma falta forte sofrida por Élber. Após a revisão no monitor, o juiz de campo trocou o amarelo pelo vermelho e expulsou o atacante Luna Diale.

FALTOU MATAR
Preocupado com os cartões, o Bahia voltou para o segundo tempo com Elias no lugar de Nino e Clayson na vaga de Élber. Com um homem a mais, o tricolor continuou com a proposta de aproveitar os espaços deixados pelo Unión.

Apesar de criar poucas chances, o Bahia também era pouco ameaçado pelo Unión. Para tentar deixar o Esquadrão mais criativo, Cláudio Prates colocou Daniel na vaga de Matheus Bahia.

Mesmo com a mudança, o Bahia viu o adversário ocupar o campo ofensivo e passou a se defender das investidas do Unión. Quando conseguiu puxar o contra-ataque, o gol quase saiu.

Aos 22 minutos, Rossi cruzou para Ramon. Dentro da área, o volante furou a finalização, na volta, ele ainda acertou a trave já com o goleiro caído. 

Com o resultado a favor e o tempo passando, o Bahia começou a tocar bola e administrar o resultado. Já aos 35 minutos, Daniel deu passe com açúcar para Gilberto. O centroavante ganhou dos marcadores e tocou na saída do goleiro, mas mandou para fora. 

Já nos minutos finais o Unión passou apertar. Primeiro no chute de Comas, que foi para fora, e depois na cabeçada de Cabrera que Douglas evitou o gol.

Aos 49 minutos do segundo tempo o Unión chegou ao gol, mas a arbitragem flagrou o impedimento. O VAR entrou em ação e confirmou a infração, garantindo o 0x0 e a classificação tricolor na Argentina. 

Fonte: Correio