'Chifre é um mal necessário', diz Adriane Galisteu ao relembrar traições

A atriz e apresentadora Adriane Galisteu causou polêmica ao dar uma entrevista onde falou sobre traição. A loira chegou a dizer que chifre era um mal necessário e comentou algumas situações já vividas no passado.

“Eu falo que o chifre é um mal necessário. Se você não levou, vai levar. Se você já levou, você já entendeu que esse chifre te fez amadurecer, te fez entender um monte de coisas. E você convive bem com ele. Tudo bem. Tá tudo certo. No momento que você leva, ele é difícil de encarar. Mas, depois que você leva um, você já entendeu. Já carrega esse peso e já carrega esse chifrão na cabeça. E está tudo lindo”, declarou em bate-papo com a influenciadora digital Taty Ferreira no YouTube.

Galisteu lembrou ainda de uma vez, quando sentiu que seu namorado iria traí-la.

“Por mais que a gente queira se enganar, a gente sabe quando a casa está caindo. E aí, eu tinha quase certeza de que naquela noite alguma coisa ia acontecer. Eu comecei a achar, não sei, me deu um estalo: “Hoje o fulano vai me trair”. Isso era dez horas da noite. Liguei para uma amiga e falei: “estou passando na sua casa, a gente vai dar um rolê”, afirmou Adriane

A loira decidiu percorrer a cidade de carro, na companhia da amiga, até encontrar o namorado, até que certa hora desistiu e decidiu ir a uma padaria:

“Estou lá e entra uma menina alcoolizadíssima. Nunca vou me esquecer: ruiva, maquiagem borrada, com o vestido bem justo, saltão… E ela passou e foi pegar uma cerveja gelada (…) Quando ela pegou a cerveja e virou e me viu e viu a minha amiga, ela disse assim: “Galisteu, você precisa se valorizar…” (…) A anja me cagoetou aonde o fulano estava com uma amiga dela”, lembrou Adriane, acrescentando que foi, então, até o local e flagrou a traição.

Fonte: Correio